Inundação no RS: frente fria derruba temperaturas no sul do Brasil

Dados foram divulgados pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet)

Renata Okumura / Agência Estado
fonte

O chegada de uma frente fria mais intensa sobre o Rio Grande do Sul vai ocasionar em uma queda acentuada das temperaturas e diminuir a possibilidade de chuva durante este início de semana em praticamente todo o Estado gaúcho, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). No entanto, em algumas localidades a Defesa Civil do Estado ainda alerta para o risco de inundações severas.

No domingo, 12.05, a Defesa Civil do Rio Grande do Sul emitiu um alerta apontando que os rios Caí e Taquari, no interior do Estado, que já estão em cota de inundação, apresentarão elevação significativa de seus níveis até esta segunda-feira, 13.

Até o momento, segundo o último balanço, o pior desastre climático do Estado já provocou 147 mortes. Ao menos 127 pessoas estão desaparecidas. Entre desalojados e pessoas em abrigos já são mais de 619 mil. Mais de 2,1 milhões de pessoas já foram afetadas pelas chuvas. Ao todo, 76.470 pessoas e 10.814 foram resgatados.

image Doações urgentes: saiba quais produtos os moradores do RS mais precisam no momento
Inundação no RS: Organizações que recebem doações explicam citam as principais necessidades do Rio Grande do Sul

image Lula adia visita ao Chile devido à inundação no RS
Informação foi confirmada pelo Itamaraty. Viagem estava programada para os dias 17 e 18 de maio

Nesta segunda-feira, o período da tarde será de bastante frio em parte do Rio Grande do Sul. "Em algumas localidades, a temperatura não irá passar dos 13°C, como em pontos da campanha e da serra. Em Porto Alegre e região metropolitana, as máximas não passam de 18ºC", projeta o Inmet.

Na terça-feira, 14, as temperaturas tendem a baixar mais, podendo chegar a 3°C e 4°C na região da campanha e serra gaúcha. A previsão indica ainda a possibilidade de geada, especialmente nas áreas de fronteira com o Uruguai. Neste dia, as máximas em alguns municípios da serra gaúcha não irão passar dos 10°C.

Na quarta-feira, 15, por sua vez, o ar frio e seco ganha força e o amanhecer do dia pode ter mínima de 0°C a 1°C, com possibilidade de geada moderada a forte em alguns pontos. "Na região da campanha e serra do sudeste, as mínimas ficarão em torno dos 2°C. O período da tarde será de temperaturas baixas na maior parte do Estado", alerta o Inmet.

image RS: Justiça determina que Facebook e Instagram retirem conteúdo falso publicado por Nego Di
Publicações questionam atuação do Estado em ações de socorro às vítimas da tragédia climática que atinge o Rio Grande do Sul

image Eventos climáticos extremos se tornarão mais frequentes no Brasil, alertam especialistas
País registrou 1.161 desastres naturais no ano passado, mais de três por dia, em média

"A maioria dos gaúchos vai poder contar com o sol até a quarta-feira, mas com a entrada do ar polar vai manter a temperatura baixa praticamente o dia todo. Na Grande Porto Alegre, a chuva diminui no decorrer desta segunda-feira. O tempo seco predomina na terça e na quarta-feira. Até lá, o sol estará presente na maior parte do dia. Há previsão de retorno da chuva durante a quinta-feira, 16", acrescenta a Climatempo.

Veja a previsão para Porto Alegre nos próximos dias, segundo a Meteoblue:

- Segunda-feira: entre 13ºC e 18ºC;

- Terça-feira: entre 9ºC e 15ºC;

- Quarta-feira: entre 7ºC e 15ºC;

- Quinta-feira: entre 7ºC e 14ºC;

- Sexta-feira: entre 13ºC e 15ºC.

Alívio do calor na região Sudeste e no MS

O deslocamento de uma frente fria neste começo de semana também vai provocar um enfraquecimento no bloqueio atmosférico - que tem atuado desde o começo do mês sobre boa parte do interior do País, afetando inclusive o Estado de São Paulo. Com o avanço do sistema, a umidade volta aumentar um pouco no litoral, no centro-leste e sul de São Paulo a partir da terça-feira, segundo a Climatempo.

image Tempestades no RS geram R$ 8 bilhões em prejuízos; no agro, perdas somam R$ 1,161 bi
Dados foram levantados pela Confederação Nacional dos Municípios

image Inundação no RS: Governo já prendeu 54 pessoas por crimes durante chuvas intensas
Forças de segurança têm ordens para decretar a prisão por qualquer crime cometido em abrigos

No Rio de Janeiro, o calor também diminui e volta a chover. "A partir de terça-feira, o deslocamento de uma nova frente fria deve provocar uma redução nas altas temperaturas e aumenta a condição para um pouco de chuva. Não há risco de grandes temporais no Estado, mas algumas pancadas podem ocorrer com moderada a forte intensidade de maneira irregular", prevê a empresa de meteorologia.

Em Mato Grosso do Sul, também está prevista uma virada de tempo. "A partir de terça-feira, o deslocamento de uma nova frente fria, deve provocar uma redução nas altas temperaturas e aumenta a condição para um pouco de chuva. Não há risco de grandes temporais no Estado, mas, algumas pancadas podem ocorrer com moderada a forte intensidade de maneira irregular", reforça a Climatempo.

Estado de São Paulo

"Nesta segunda-feira, todo o Estado paulista fica em condição pré-frontal. Não teremos condição de chuva, mas, diferente dos últimos dias, teremos aumento na condição de vento. Algumas rajadas moderadas a forte em torno de 51 a 70 km/h podem acontecer na Grande São Paulo, regiões de Sorocaba, Itapetininga, Limeira, no oeste do estado e no litoral", prevê a empresa de meteorologia. Nas demais regiões, as rajadas podem variar entre 40 a 50 km/h.

image Projetos que facilitam liberação de emendas para socorrer o RS são aprovados pelo congresso
PL apresentou um destaque para retirar um “Jabuti” em uma das propostas. Medida segue em votação no plenário

image Inundação no RS: Número de mortos sobe para 107; mais de 1 milhão de pessoas já foram afetadas
Há 232,6 mil pessoas fora de casa. Desse total, são 67.563 em abrigos e 165.112 desalojados

A frente fria vai continuar se afastando para alto mar na terça-feira, mas a umidade marítima aumenta a condição de chuva no litoral e na capital paulista.

"A previsão é de um tempo mais fechado e chuvoso no litoral sul e na Baixada Santista, com cerca de 40mm previstos para Santos. Na Grande São Paulo, teremos um pouco de sol, mas aumento na nebulosidade - a chuva pode acontecer a qualquer momento e a temperatura máxima tende a cair mais", afirma a Climatempo.

Não há, no entanto, expectativa de grandes volumes no interior e na região metropolitana de São Paulo, onde os acumulados devem variar entre 5 e 10mm.

Gangorra de temperaturas na cidade de SP

Nesta segunda-feira, o sol brilha forte e faz calor na cidade de São Paulo. Durante a noite, a aproximação de uma frente fria vai favorecer o aumento da nebulosidade, no entanto, não há previsão de chuva, de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE) da Prefeitura de São Paulo.

A passagem deste sistema muda a direção dos ventos na faixa leste do estado, e por conta disso, a temperatura apresenta declínio entre terça e quarta-feira.

A expectativa é que o friozinho continue até a quarta-feira na cidade de São Paulo, mas, com o retorno do calor na quinta e na sexta-feira, 17. A tendência é de uma nova queda de temperatura para o próximo fim de semana, conforme acrescenta a Climatempo.

Veja a previsão para a capital paulista nos próximos dias, segundo a Meteoblue:

- Segunda-feira: entre 19ºC e 30ºC;

- Terça-feira: entre 17ºC e 21ºC;

- Quarta-feira: entre 16ºC e 18ºC;

- Quinta-feira: entre 16ºC e 27ºC;

- Sexta-feira: entre 18ºC e 30ºC.

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Brasil
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL