Imperial College vê contágio descontrolado no Brasil e estima mortes por covid-19

Centro calcula que 6.980 mortes ocorram nesta semana, variando de 5.850 a 8.070

Agência Estado

O Imperial College, instituição britânica com foco em ciência, engenharia e medicida, divulgou nesta sexta-feira estimativas preocupantes em relação ao coronavírus no Brasil. A taxa de contágio (Rt), que indica para quantas pessoas em média cada infectado transmite a covid-19, foi calculada em 1,3. Número acima de 1 indica que a transmissão está fora de controle.

Além disso, o centro de epidemiologia da universidade, referência no acompanhamento de doenças transmissíveis, calcula que 6.980 mortes ocorram nesta semana, variando de 5.850 a 8.070. O número estimado é o maior entre os 54 países com transmissão de coronavírus ativa (ao menos cem mortes registradas desde o começo da pandemia e pelo menos dez mortes nas últimas duas semanas).

Nesta sexta-feira, o diretor do programa de emergências da Organização Mundial da Saúde (OMS), Michael Ryan, classificou a América do Sul como "um novo epicentro" da pandemia de covid-19. Ryan destacou que o Brasil é o local mais afetado da região, e alertou para a situação no Amazonas, que registra uma das maiores taxas de incidência do País.

No boletim divulgado na quinta-feira pelo Ministério da Saúde, o Brasil registra 310.087 casos de coronavírus, sendo mais de 100 mil novas infecções em apenas uma semana. São 20.047 mortes pela covid-19 no País.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM BRASIL