Idoso de 82 anos é flagrado em prática de zoofilia com cadela

Denúncia em vídeo que mostra o suspeito molestando o animal de estimação

Redação Integrada com informações do Metrópoles

Um idoso de 82 anos foi denunciado por abusar sexualmente de uma cadela da qual era tutor. Ele foi autuado, na tarde dessa quarta-feira, 23, no Lago Norte, em Brasília.

O suspeito já havia sido denunciado, mas, dessa vez, houve filmagem do ato criminoso.

O delegado da 9ª Delegacia de Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), Paulo Renato Fayão, confirmou a gravação do abuso. “A equipe da unidade foi ao local indicado na denúncia, na qual esse senhor vinha, de forma reiterada, praticando esses abusos”, explicou o delegado.

O animal foi entregue para a advogada Ana Paula Vasconcelos, do Fórum Animal. Segundo ela, os vizinhos e frequentadores da casa do suspeito sabiam dos abusos, “até pelo estado que as cadelas adotadas ficavam”. A advogada levou o animal para avaliação veterinária. Os exames detectaram que “a cadela estava prenha, mas abortou em razão dos abusos”.

O homem foi preso por maus-tratos de animais. Por ser considerado com menor potencial ofensivo, acabou liberado após assinar termo de comparecimento.

“É algo que nos causa repulsa!”, define Ana Paula. Para a ativista, “quem faz isso com animal, faz isso com qualquer outro ser em situação de vulnerabilidade. E é por isso que precisamos de mudança na legislação urgente”.

A prática de maus-tratos animais prevê pena de três meses a um ano de reclusão, além de multa. Mas, neste momento, está para sanção do presidente Bolsonaro o Projeto de Lei 1.095, de 2019, que aumenta a pena para esse tipo de crime, passando para 2 a 5 anos.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM BRASIL