Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Homem devolve Pix de R$ 275 mil e é presenteado após engano

Daniel Franco achou que a quantia depositada era apenas uma pegadinha

Luciana Carvalho

Um homem ficou espantado após conferir seu saldo bancário e ver que recebeu, por engano, um Pix de aproximadamente R$ 275 mil em sua conta. Daniel Franco de Oliveira achou que a quantia depositada era apenas uma pegadinha, já que o episódio aconteceu na última sexta-feira (1º), dia da mentira. As informações são do portal UOL.

VEJA MAIS

Pix: o que fazer caso envie dinheiro para a conta errada?
Confira o passo a passo de como proceder caso transfira algum valor via pix para a pessoa errada

PIX tem mais transações que cartões de crédito e débito. Confira vantagens e desvantagens.
De coletas mais fácil a ausência de taxas, PIX oferece muitas facilidades. Mas há também mais chance de cair em golpes.

Como a honestidade falou mais alto, Daniel imediatamente decidiu fazer boletim de ocorrência e ir atrás do verdadeiro destinatário daquele pagamento eletrônico. No primeiro momento, ele procurou pela ajuda de sua chefe, pois imaginou que a confusão foi causada pela própria empresa.

"Eu fiquei muito nervoso e chamei a minha chefe. Primeiro eu tentei me conter e pensei que talvez não possa ser de verdade, talvez possa ser do banco", relatou ele.

Daniel, que reside em Sinop, Mato Grosso, explica que trabalha como consultor de vendas em uma academia e recebe salário de R$ 1,5 mil. Portanto, para ele, não fazia sentido receber aquela quantia em dinheiro.

"Eu recebi uma notificação do banco no dia 1° de abril de um Pix com o valor muito alto", disse ele, à TV Centro América, afiliada da TV Globo em Mato Grosso.

Depois que a empresa averiguou que não houve erro no sistema de pagamento, Oliveira foi investigar mais a fundo a origem do dinheiro e descobriu que ele pertencia a uma corretora de grãos em Sinop, onde um dos colaboradores cometeu um descuido na hora de fazer os pagamentos.

A própria corretora também havia identificado o equívoco na transferência do dinheiro e estava à procura do recebedor. O supervisor comercial da corretora de grãos, Igor Eduardo Marques, explicou que o engano foi provocado por um pequeno erro de digitação no momento em que o Pix foi feito.

Honestidade

Sem conhecer ainda a identidade de Daniel Franco de Oliveira, a empresa tentou contato com o possível recebedor, contudo, não teve sucesso.

A devolução dos R$ 275 mil aconteceu nesta semana, segundo a emissora. A empresa responsável pelo Pix agradeceu o consultor de vendas pela ajuda e, especialmente, pela dignidade que demonstrou em devolver o valor.

Igor afirmou que os dirigentes da corretora de grãos fizeram questão de recompensar Daniel e o presentearam com R$ 3 mil, equivalente ao dobro de seu salário. "Que seja exemplo para outras pessoas para quando acontecer este erro", finalizou o representante.

(Luciana Carvalho, estagiária, sob supervisão de Keila Ferreira, Coordenadora do Núcleo de Política.)

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL