Hackers pedem valor milionário à Record TV após invasão do sistema, diz especialista; saiba o valor

O ataque interrompeu a programação da emissora e deixou os arquivos temporariamente sem acesso

Karoline Caldeira

Após sofrer um ataque hacker no último sábado (8), os invasores do sistema da TV Record estão pedindo uma quantia milionária para devolver o acesso aos arquivos da emissora: 5 milhões de dólares, cerca de R$ 25 milhões. As informações foram obtidas por Germán Fernández, especialista em cibersegurança que teve acesso às conversas entre o BlackCat/AlphaVM – ransomware utilizado no hack. Confira:

VEJA MAIS

TV Record tira 'Fala Brasil' do ar após ataque hacker na emissora
O programa rodava ao vivo e estava programado para ser exibido até as 12h, mas foi interrompido as 9h. E seu lugar, a emissora transmitiu o seriado 'Todo Mundo Odeia O Chris'

Polícia Federal faz busca e apreensão contra hackers que atacaram sites do governo
Um dos sistemas que foram vítimas dos criminosos foi o Conectsus, do Ministério da Saúde

Os invasores também afirmam que, caso o pagamento não seja realizado, todo o conteúdo da emissora será publicado na internet. O prazo para pagar o resgate é até às 13:56 (no fuso horário norte-americano) do dia 15 de outubro.

A emissora está temporariamente sem acesso às gravações de programas que estavam programados para serem exibidos, informações financeiras, dados de funcionários e da própria emissora, o que também pode incluir e-mails. O ataque ocorreu durante a exibição do programa “Fala Brasil”, que foi interrompido e a emissora teve que exibir a série “Todo Mundo Odeia o Chris”. Com informações do portal Olhar Digital.

(Estagiária Karoline Caldeira, sob supervisão do editor executivo de OLiberal.com, Carlos Fellip)

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL