Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Foragido, estudante de medicina de 22 anos é acusado de abuso sexual contra quatro crianças

Entre as vítimas, estariam duas irmãs do acusado, uma de 3 e outra de 9 anos

O Liberal

A família das das vítimas que acusam Marcos Vitor Aguiar Dantas Pereira, de 22 anos, de abuso sexual, confirmaram o pedido de prisão preventiva contra o rapaz, que é estudante de medicina de uma Universidade de Manaus, no Amazonas. Segundo as denúncias, ele teria abusado sexualmente de quatro crianças, entre elas duas irmãs, de 3 e 9 anos. Ele não foi encontrado pela Delegacia de Proteção á Criança de Teresina, no Piauí, nos possíveis endereços indicados no inquérito, e por isso seria considerado foragido, mas o advogado do rapaz, Eduardo Faustino, nega, argumentando que o estudante apenas abriu mão do "direito ao interrogatório". As informações foram divulgadas pelo Portal Globo. 

O caso corre em sigilo de Justiça. Familiares das vítimas temem que ele tente fugir para os EUA ou para Portugal. 

Marcos Vitor foi viver com a familia da madrasta quando tinha 11 anos e, após alguns anos anos, uma prima, hoje com 13 anos, tentou suicídio e revelou que tinha sido abusada pelo jovem entre os 5 e os 10 anos. A primeira vez teria sido durante uma viagem da família ao Uruguai. A menina passou a tomar antidepressivo desde os seis anos. A policia investiga se o estudante praticava o crime desde a adolescência.

Depois do desabafo da prima, as irmãs de Marcos Vitor também fizeram relatos de abusos, em depoimentos acompanhados por psicológos e assistentes sociais, diretamente na Justiça estadual.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL