Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Estagiário usa cartão corporativo para malhar, viajar e comprar presentes

Segundo as apurações da PCDF, o estagiário chegou a gastar R$ 332 em uma garrafa de uísque em balada no Distrito Federal

O Liberal

O universitário Lucas Pereira de Figueiredo, estagiário do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea) do Distrito Federal, está sendo investigado pela Polícia Civil do Estado. O jovem é acusado de ter furtado cartões corporativos do Crea para usar em noitadas em boates sofisticadas, viagens para cidades litorâneas e muita curtição regada a bebidas importadas.

Cursando o 3º semestre de análise e desenvolvimento de sistema, o estagiário trabalhou no Crea entre 23 de novembro de 2020 e agosto deste ano. De acordo com investigações da 5ª Delegacia de Polícia (Área Central), o estudante aproveitou o livre trânsito em várias setores do Crea para copiar o número, a data de validade, o nome completo e o código de segurança das tarjetas. 

O rapaz usou os dados para bancar mensalidades de uma academia de musculação que ele frequentava. Fez, ainda, várias vítimas dentro do Conselho Regional. A cada atendimento prestado pelo suporte da tecnologia, ele aproveitava para furtar dados dos cartões, alguns corporativos, de uso exclusivo para despesas da entidade. Não satisfeito, Lucas fez diversos pedidos de comida por meio de aplicativos de delivery.

Palavras-chave

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL