Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Condenada a 19 anos de prisão, Elize Matsunaga ganha liberdade condicional e deixa a prisão

A Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) informou que Elize foi liberada às 17h35, cumprindo o alvará de soltura

O Liberal

Elize Matsunaga recebeu liberdade concedida pela Justiça de São Paulo na madrugada desta segunda-feira (30/5). A Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) relatou que ela foi liberada às 17h35, cumprindo o alvará de soltura. Ela estava presa na penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletier, em Tremembé (SP).

Inicialmente, Elize foi condenada a mais de 19 anos de prisão pela morte do marido, Marcos Matsunaga, em 2012. A defesa havia entrado com recurso à Justiça pedindo que ela cumprisse o restante da pena em liberdade.

VEJA MAIS

Dez anos depois de matar o marido, Elize Matsunaga revela estar escrevendo livro autobiográfico
Na autobiografia, Elize pretende contar a sua vida antes, durante e depois do homicídio; A bacharel em direito espera que um dia a filha leia e conheça a sua versão da história;

'Como ela foi fazer aquilo?', diz cabeleireiro que atendeu Elize Matsunaga
Simpática e calma, durante atendimento em salão de beleza, Elise não aparentou ser capaz de cometer qualquer crime

Em 2019, a pena acabou reduzida pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) para 16 anos e três meses. Em Tremembé (SP), ela trabalhou em regime semiaberto para diminuir a pena. Elize já cumpriu 10 anos do tempo total.

O crime aconteceu no dia 19 de maio de 2012 no apartamento do casal, na Zona Oeste de São Paulo. Após uma briga, Elize atirou na cabeça e esquartejou o corpo do empresário e presidente da Yoki.

Ela cumpre pena por homicídio doloso, além de destruição e ocultação de cadáver.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL