Criança de 6 anos morre afogada após tentar atravessar rio

Caso aconteceu em Roraima, no último sábado (13). Apesar das manobras de reanimação cardiopulmonar, o médico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) atestou o óbito no local

Gabriel Bentes
fonte

Uma menina de 6 anos morreu afogada após tentar atravessar o Rio Branco pela parte de baixo da Orla Taumanã, na cidade de Boa Vista, em Roraima, neste último sábado (13). A vítima, que não teve a identidade revelada, contabiliza o segundo caso de morte de criança por afogamento na cidade em menos de uma semana. Na segunda-feira passada (8) uma menina, também com 6 anos, morreu no bairro 13 de setembro, na zona Sul de Boa Vista.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a menina estava junto da mãe e outras duas crianças atravessando um canal de água, às margens do rio, quando a vítima, que segurava a mão de outra criança, submergiu na água desapareceu. Uma equipe de bombeiros realizou uma operação conjunta com mergulhos com auxílio de equipamentos. Um militar mergulhou de forma livre às margens do rio para ajudar no resgate.

Os bombeiros localizaram o corpo da vítima cerca de cinco minutos após o início da operação de mergulho. Apesar dos esforços de reanimação cardiopulmonar realizados, o médico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) declarou o óbito da menina no local. Diante disso, foi solicitado o apoio da Polícia Militar para resguardar o corpo até a chegada da equipe do Instituto de Medicina Legal.

É importante ressaltar que o Rio Branco atravessa um período de seca histórica, evidenciado desde setembro do ano anterior, com o término do período chuvoso no estado.

(*Gabriel Bentes, estagiário de jornalismo sob supervisão do editor web de oliberal.com Felipe Saraiva)

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Brasil
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL