Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Calcinhas encontradas eram usadas por pedreiro que concretou corpo de jovem

Em depoimento, o suspeito alegou que gostava de usar as peças

O Liberal

Em depoimento a Polícia Civil de São Vicente, São Paulo, o pedreiro, que confessou ter estrangulado com uma camiseta e concretado o corpo da jovem Joice Maria da Glória Rodrigues, relatou que as calcinhas achadas no local do assassinato eram usadas por ele. A sacola de calcinhas foi achada no piso superior da construção. As informações são do G1 Nacional.

Veja mais:

Corpo de mulher que estava desaparecida é encontrado concretado em parede Até o momento, dois homens foram presos pela autoria do crime

Segundo a investigação, o marido da vítima chegou a olhar as calcinhas, mas não a reconheceu sendo delas. "Segundo o pedreiro, as calcinhas eram porque ele gostava de usar", declarou o delegado Thiago Nemi Bonametti, que conduz o caso.

(Reprodução)

Joice Maria desapareceu no dia 27 de setembro após sair para visitar o avô e ficar no local até por volta das 19h. Desde então, ela não foi mais vista. O corpo da jovem foi encontrado na terça-feira, ela foi morta e concretada em um vão de escada de uma parede. O pedreiro, de 56 anos, chegou a alegar que matou a mulher após manter relações sexuais. Um autônomo, de 35 anos, também é suspeito do crime.

Palavras-chave

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL