Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Professores de Maracanã e Igarapé-Açu representam o Pará em Olimpíada de Língua Portuguesa 

Eles concorrem entre 80 trabalhos de todo o Brasil

O Liberal

Os professores Edvilson Filho Torres Lima, da Escola Municipal de Ensino Fundamental Francisco Nunes, em Maracanã; e Fernanda Valeska Mendes da Silva, da Escola Municipal de Ensino Fundamental Profª Cícera Lima do Nascimento, em Igarapé-Açu, representam o Pará entre 80 trabalhos finalistas da Olimpíada de Língua Portuguesa. Com informações da Tamer Comunicação. 

Entre as premiações para os vencedores estão notebooks para os docentes e tablets para os estudantes. As escolas dos vencedores também receberão acervos de livros para a biblioteca e placas de homenagens.

Conforme a coordenação da Olimpíada de Língua Portuguesa, o concurso concluiu a etapa semifinal e a partir de agora dará início a última etapa que anunciará no próximo dia 10 de dezembro, os 20 vencedores nacionais.

Edvilson Lima, da EMEF Francisco Nunes, e Fernanda Silva, da EMEF Profª Cicera Lima do Nascimento, concorrem entre os 80 trabalhos desenvolvidos por professores e seus estudantes de escolas públicas de todo o País.

7ª EDIÇÃO TEVE 112 MIL INSCRIÇÕES

O evento nacional está na 7ª Edição e objetiva apoiar os professores da rede pública no aprimoramento das práticas de ensino de leitura e escrita. A iniciativa integra o programa Escrevendo o Futuro, e este ano recebeu mais de 112 mil inscrições e a adesão de 3.877 municípios brasileiros.

Segundo os organizadores, os Relatos de Prática, juntamente com a Linha do Tempo e o Álbum da Turma, apresentaram as experiências coletivas vivenciadas durante o trabalho de produção textual de cada gênero indicado pelo concurso: poema (5º ano), memórias literárias (6º e 7º), crônica (8º e 9º), documentário (1ª e 2ª séries do Ensino Médio) e artigo de opinião (3ª série do Ensino Médio).

NOVIDADES E PARCEIROS

A Olimpíada trouxe um novo formato, este ano, com foco na valorização da prática e do trabalho desenvolvido pelos docentes e no reconhecimento de produções realizadas por todos os alunos de forma coletiva. Nos encontros criados para atividades de cada categoria, professores e alunos classificados participaram de discussões, palestras, atividades formativas e culturais.

Para a etapa final, a comissão julgadora tem especialistas em língua portuguesa, e experiência com o ensino e a prática de leitura e escrita, além de representantes das instituições parceiras, que irão avaliar os trabalhos apresentados.

O Programa Escrevendo o Futuro é realizado pelo Itaú Social com a coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, que atua para desenvolver ações voltadas à melhoria da qualidade da educação pública.

A iniciativa da Olimpíada tem também a parceria do Ministério da Educação, da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação, do Conselho Nacional de Secretários de Educação, da Fundação Roberto Marinho e do Canal Futura.

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM