Ouça: estudantes dizem que aluno queria se vingar do professor e colegas que 'tiraram graça com ele'

Em relato exclusivo, amigo do rapaz conta que professor implorou para não morrer durante ataques em escola

Celso Freire

Uma reação, após ser chamado a atenção por estar conversando durante a aula: assim, colegas de sala do estudante de 17 anos que esfaqueou o professor Nuno André da Silva Nunes, de 37 anos, na noite desta quinta-feira (13), vêm justificando a ação violenta ocorrida na escola pública municipal de ensino fundamental "Doutor Benedito Maia'', no conjunto Abelardo Conduru, no bairro do Coqueiro, em Ananindeua.

A redação integrada de O Liberal conversou com exclusividade um amigo do estudante. Seguindo seu relato, no dia anterior o professor Nuno teria mandado o rapaz "calar a boca", enquanto explicava um assunto da apostila. Quatro colegas teriam zombado do estudante. Foi assim que o rapaz, segundo relato, teria prometido se vingar dos cinco, levando uma faca para o colégio. Ouça:

 



Segundo ainda o amigo de turma, o adolescente disse que ia se vingar e que "não se importava" em ser apreendido. Após receber as facadas, o professor implorou para não morrer "porque tinha duas filhas para criar", diz ainda o relato do amigo de sala.

Além do professor Nuno, o adolescente ainda tinha a intenção de revidar contra os quatro rapazes que zombaram dele. Por sorte, apenas um compareceu no colégio e conseguiu fugir a tempo, narram os colegas. 

NO HOSPITAL

O docente, Nuno André da Silva Nunes, de 37 anos, foi socorrido e levado ao Hospital Metropolitano. Já o estudante, foi encaminhado junto com seus pais e o diretor da Escola, à Divisão de Atendimento ao Adolescente (DATA), em Belém.  

A Polícia Civil do Pará confirmou que policiais militares detiveram o aluno ainda no colégio. Foram eles que o levaram à Divisão de Atendimento ao Adolescente (DATA). Foi lavrado procedimento de auto de apreensão por lesão corporal. Também serão apurados os motivos que o levaram a agredir seu professor.   

Sala de aula onde teria ocorrido o esfaqueamento do professor da escola púlica (Divulgação - redes sociais)
Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!