Morre padre Bruno Sechi, fundador do Movimento de Emaús, aos 80 anos

Religioso teve um mal súbito na tarde desta sexta-feira (29) e não resistiu

Redação Integrada

Aos 80 anos, morreu nesta sexta-feira (29) o padre salesiano Bruno Sechi, idealizador e fundador do Movimento República de Emaús, que em 12 de outubro (Dia da Criança) completará 50 anos de atividade em prol de crianças e adolescentes de famílias de baixa renda de Belém. 

A Arquidiocese de Belém informou que o sepultamento ocorrerá a partir das 14 horas deste sábado (30) no cemitério Recanto da Saudade, no Município de Ananindeua. 
A cerimônia não será aberta ao público e não haverá velório, como medida preventiva à covid-19. 

O governo do Pará decretou luto oficial de três dias pela morte do religioso. 

LEIA TAMBÉM

"Jamais nos deixem perder a esperança", disse padre Bruno Secchi em última entrevista

Natural da Sardenha, na Itália, Bruno Sechi tem uma história de mais de 50 anos em Belém do Pará, terra onde ele se sensibilizou com a vida difícil de famílias de moradores da periferia e criou, o então chamado Movimento da República do Pequeno Vendedor, para retirar das ruas meninos e meninas que sobreviviam da venda de produtos diversos e estavam expostos ao risco de violência, além de afastados da escola. 

“Por volta das 18 horas, ele foi encontrado desacordado no escritório dele, na sede do Movimento Emaús (no bairro do Bengui). Foi então levado para a UPA da Marambaia, onde foi constatado o óbito”, relatou Francisco Batista, amigo e assessor de padre Bruno.

“Eu convivi com padre Bruno desde 2014, e esse tempo todo foi sempre um aprendizado. Ele era muito afetuoso com as pessoas. Estava indignado com o que vem acontecendo, mas sempre nos incentivando a seguir em frente”, ressaltou Francisco.

Ainda será divulgado o laudo da morte, no entanto, um dirigente do Movimento República de Emaús disse que ele próprio, padre Bruno, informou, em conversas particulares, que foi acometido pela covid-19, mas vinha se recuperando bem da infecção nos últimos dias. Padre Bruno também havia sofrido há pouco tempo uma infecção urinária que o deixou abatido por dois meses.

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM BELÉM