CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X

Avenida Hélio Gueiros: transtornos de trânsito na via prejudicam a população

Congestionamentos já eram frequentes, mas pioraram com a interdição de parte da avenida. Veja como está o trânsito agora na região

Camila Guimarães

Quem depende da avenida Hélio Gueiros, no bairro do 40 Horas, em Ananindeua, para ir e vir diariamente sente na pele os transtornos de um trânsito carregado e, frequentemente, congestionado. O problema se agrava, sobretudo, na rotatória do 40 Horas, que fica na confluência com as avenidas Independência e Dom Vicente Zico, e no trecho antes da interdição, entre as passagens Bagani e Samaria.

image Avenida Hélio Gueiros, em Ananindeua, tem histórico de congestionamento de transtornos de trânsito. (Carmem Helena / O Liberal)

O trecho da Hélio Gueiros citado acima foi interditado no dia 16 de maio deste ano e deve seguir da mesma forma até o prazo de 45 dias - que será dia 30 de junho -, ou de 60 dias - 15 de julho -, segundo a previsão da Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (Semutran) do município. O motivo são as obras de duplicação da via, onde são realizados os serviços de drenagem profunda, instalação da nova tubulação, terraplanagem, construção do meio feio e pavimentação asfáltica.

A obra no local tem agravado um trânsito que já é historicamente problemático e, mesmo com as sugestões de rotas alternativas feitas pela própria Semutran, que inclui a rotatória do 40 Horas e outras passagens do bairro, o problema tem se mantido.

image Trecho da av. Hélio Gueiros entre as passagens Bagani e Samaria interditado para obras. (Carmem Helena / O Liberal)

VEJA MAIS

image Denúncias de poluição sonora aumentam mais de 30% no Pará; problema pode prejudicar a saúde mental
Ruídos do trânsito, volume alto na música do vizinho e outros barulhos estão por trás do problema

image Veja as mudanças no trânsito da BR-316 devido às obras do BRT
Alterações valem até sexta-feira, 24, segundo o Núcleo de Gerenciamento de Transporte Metropolitano

image Veja o que muda com o SPVAT, novo seguro de trânsito
Seguro é de contratação obrigatória por todos os proprietários de veículos automotores

O motorista de aplicativo John Teixeira, de 30 anos, diariamente dirige pela avenida Hélio Gueiros e detalha os transtornos do trânsito na área:

"Antigamente, a gente poderia falar em horário de pico, mas, atualmente, é qualquer hora. Em média, desde seis da manhã até umas nove horas, depois de meio-dia até umas duas ou três da tarde e, principalmente à noite, devido o retorno das pessoas do trabalho, o trânsito fica bem saturado entre seis e nove horas da noite".

image John Teixeira, motorista de aplicativo, relata os transtornos do trânsito na avenida Hélio Gueiros e rotatória do 40 Horas. (Carmem Helena / O Liberal)

Acostumado a buscar as melhores rotas, tanto para o deslocamento pessoal quanto para as corridas dos passageiros, ele comenta que, às vezes, se sente sem alternativa: "Mas mesmo essas, como a Mário Covas e a Independência, o trânsito para tudo. Pior ainda se acontece um acidente, que tudo para e fica uma loucura".

John lembra que já chegou a levar uma hora para chegar da Mário Covas até a entrada do 40 Horas, pela Independência, devido ao engarrafamento na rotatória do 40 Horas. "Seria bom que tivesse algum projeto para viabilizar o trânsito por aqui, algum elevado", sugere.

image A comerciante Ana Gomes diz que quem depende de ônibus também sofre com os congestionamentos na área. (Carmem Helena / O Liberal)

Mesmo quem depende de ônibus e também costuma andar de bicicleta pela avenida sente os impactos do trânsito, como a comerciante Ana Gomes, de 53 anos. "O transtorno de trânsito é uma vergonha, é um descaso muito grande. É perigoso também, ninguém respeita ninguém, nem carro, nem moto", desabafa.

"Quando eu preciso sair de ônibus é muito difícil mesmo. Eu tenho que ir para o final da linha para pegar um ônibus, porque para pegar pelas paradas não dá. O trânsito fica muito parado, principalmente na rotatória, com todos os ônibus cheios", diz a comerciante.

A redação integrada de O Liberal entrou em contato com a Prefeitura de Ananindeua que, por meio da Semutran, informou que agentes de trânsito da Secretaria realizam rondas diárias no trecho interditado, para orientar o trânsito e também para diminuir os impactos da obra.

Trânsito ao vivo

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Belém
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM