Ato na capital paraense relembra luta de Marielle Franco

Nesta quinta-feira (14) faz um ano da morte da ex-vereadora do Rio de Janeiro

Eduardo Rocha

Um ato pelo memória da vereadora carioca Marielle Franco aconteceu, na noite desta quinta-feira (14), no mercado de São Brás, em Belém. Manifestantes se revezaram fazendo pronunciamentos que ratificavam a luta da ex-líder do PSOL no Rio de Janeiro, numa relação direta com a mobilizção de outras mulheres em todos os estados no dia em que fez um ano da morte da parlamentar.

Lideranças parlamentares, artistas e integrantes de movimentos sociais participaram da manifestação. De forma unânime, eles defenderam a continuidade das investigações até que se chegue ao nome do mandante do assassinato de Marielle Franco. 

A administradora Ana Célia Leal, de 26 anos, e a estudante de Serviço Social Brena Fretias, 25 anos, participaram da manifestação. "A Marielle representa a mulher negra, de periferia, feminista e lutadora pelos Direitos Humanos; por isso, estamos aqui", afirmou Brena.

Ivan Duarte / O Liberal ()

Edmilson Rodrigues, deputado federal pelo PSol do Pará, ressaltou a atuação da vereadora Marielle na defesa dos minorias sociais na capital carioca e destacou que o partido vai manter a mobilização por justiça no caso. "Nós vamos manter a pressão para que os mandantes sejam punidos", enfatizou.

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!