Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

200 toneladas de lixo são jogadas por mês nos canais de Belém

Sofás, colchões e vasos sanitários são os materiais mais despejados irregularmente

Tainá Cavalcante

Todos os dias a Secretaria Municipal de Saneamento (Sesan) retira mais de seis toneladas de lixo dos canais de Belém. No mês, a quantidade pode chega a 200 toneladas, o que significa 2.400 por ano. Entre os materiais mais comuns coletados estão os sofás, colchões, vasos sanitários, garrafas pets, isopores, fogões, cascos de geladeiras e carcaças de carros que são despejados irregularmente nos canais.

"O descarte irregular de resíduos em canais e esgotos da cidade resulta na poluição ambiental, alagamentos e problemas de saúde para a população", lembra a Sesan, ao pedir "a colaboração da população e que reúna os resíduos na porta das casas somente no dia e horário de coleta".

(Igor Mota / O Liberal)

As informações são da própria secretaria, que também informa que, para que todo o volume possa retirado, são necessários serviços de dragagem, limpeza manual e limpeza de comportas. Para isso, 200 agentes de limpeza urbana do Departamento de Resíduos Sólidos (Dres) trabalham regularmente nestas ações. Semanalmente, trabalhos de desobstrução de bueiros, caso de bocas de lobo e poços de visita também são feitos nas áreas.

Segundo a Prefeitura Municipal de Belém (PMB), durante todo o ano de 2019 foram feitas 17.068 desobstruções, sendo 11.777 em bocas de lobo (sumidouro) e 5.291 em poços de visita – por onde se tem acesso às redes para serviços subterrâneos.

Palavras-chave

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM