CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X

Vitrines do Comércio ganharam vida com o pioneirismo de Romulo Maiorana

Lojas RM mudaram a “cara” do comércio paraense na década de 50

Natália Mello
fonte

Antes de lançar um novo modelo de jornalismo no Pará, com a compra do jornal O Liberal, em 1966, em um projeto de periódico menos partidário e mais comprometido com o relato dos fatos, Romulo Maiorana ficou conhecido por seu tino empreendedor e promissor no ramo empresarial. No Comércio da capital paraense, ele investiu nas suas primeiras lojas de variedades.

VEJA MAIS

image O Liberal 76 anos: Romulo Maiorana inaugura TV Liberal e forma tripé da comunicação paraense
Com impresso e rádio nas mãos, agora o momento é de dar mais um passo em direção à consolidação do Grupo Liberal

image Com impresso consolidado, O Liberal começa expansão com a Rádio Liberal
Com sete anos de impresso à frente do impresso, Romulo Maiorana investe em inovação e entra nas ondas do rádio

Romulo chegou a ter sete estabelecimentos, todos com as iniciais RM no nome. Com vitrines amplas e espelhadas, transformou o visual das ruas do centro comercial e, ainda, a forma de atender ao público, que era captado ainda na calçada, e recebido de forma diferenciada dentro dos estabelecimentos.

Para o atual presidente da Federação do Comércio do Pará, Sebastião de Oliveira Campos, o jornal O Liberal vem refletindo e contribuindo para transformações econômicas e sociais em todo o Estado desde o começo de sua trajetória.

“Hoje vemos que passar décadas empenhando esforços, sem esmorecer, mostra a firmeza de um propósito, e lembro que o jornal O Liberal, desde o início, já se preocupava e assumia propósitos como, demonstrar a necessidade de integrar o desenvolvimento da região Norte ao restante do País para contribuir com a economia da época, visando a evolução das atividades, dentre elas, a indústria, comércio e serviços. Além de atuação marcada pela defesa do bem comum”, afirmou.

image Empreendedorismo de Romulo Maiorana iniciou no comércio antes de chegar ao jornalismo
RM começou sua trajetória no comércio paraense aos 31 anos, o primeiro passo na construção do que viria a ser o maior veículo de comunicação impressa da Amazônia

image Fundação Romulo Maiorana no incentivo de cultura e arte na Amazônia
A ação educativa do Arte Pará é interdisciplinar, uma vez que a plataforma contemporânea da arte é híbrida

No que se refere aos anúncios, Sebastião pontuou que o comércio dependia, naquela época, para a venda de seus produtos, de mecanismos limitados de divulgação e lembra que, ao longo do tempo, com a ampliação da mídia impressa em quantidade de alcance nos mais distantes municípios, o jornal passou a ser um grande aliado.

“Os anúncios foram sendo moldados e se alterando de acordo com o próprio perfil do consumidor. E a agilidade com que o jornal O Liberal introduz modernização e inovação em conformidade com o que setor precisa anunciar e chega de forma eficaz para a clientela”, diz. “O jornal O Liberal nasceu engajado num ideal e contribuiu, ao longo do tempo, para a economia do estado, seja em dar voz aos pleitos e necessidades para a integração e desenvolvimento do Estado e até da Região Norte, seja como próprio fomentador da economia, com consequências sobre a produção, o emprego e a renda, por meio de seus diversos cadernos, com artigos, informações mais diversificadas e diferenciadas”, concluiu.  

Para o presidente do Sindicato do Comércio Varejista e dos Lojistas De Belém, Eduardo Yamamoto, contribuir com o comércio, que hoje, segundo ele, representa mais de 70% do PIB da capital paraense, segundo dados da Fapespa, é fundamental para fomentar a economia. O empresário reforça que, junto com o setor de serviços, é o maior gerador de empregos, ou seja, contribuiu significativamente com o desenvolvimento de Belém e do Estado como um todo.

image 100 anos de história: o legado da comunicação de Romulo Maiorana
Filho de imigrantes italianos, o empreendedor saiu do comércio para ser o nome da comunicação da Amazônia do último século

image Romulo Maiorana é a personalidade homenageada pelo Festival Itália Mia
Primeira edição do festival de cultura italiana, realizado pelo Grupo Liberal, prepara tributo pelo centenário do pioneiro da comunicação na Amazônia

image Missa homenageia centenário do jornalista e empresário Romulo Maiorana
Celebração reuniu familiares, amigos e colaboradores na sede do Grupo Liberal

“Hoje, grande parte desta pujança é decorrente da parceria entre os comerciantes e a grande vitrine proporcionada pelo jornal O Liberal. A trajetória de sucesso de sete décadas do jornal é concomitante ao crescimento do comércio em todos os seus aspectos”, analisa.

Eduardo recorda, inclusive, que para além de ser luz publicitária às marcas, ajudava os comerciantes a tomarem decisões, dado o serviço de vanguarda oferecido pelo importante meio de comunicação impresso a partir de suas notícias. No momento atual, em que o comércio precisou se reinventar, sobretudo nos últimos anos, com o advento da Internet e, consequentemente, com a migração parcial das relações de consumo para o ambiente digital, o empresário afirma que o Jornal seguiu de braços dados com o desenvolvimento.

“Com o jornal não foi diferente. O conteúdo impresso, que mantém a sua tradição em muitos lares, hoje não apenas divide espaço, mas se integra às plataformas digitais com o mesmo objetivo de sempre: garantir conteúdo de qualidade e com a responsabilidade. Assim, o comércio e o jornal o Liberal seguem caminhando juntos, evoluindo e adaptando-se sempre, mantendo o objetivo de oferecer o melhor ao seu público consumidor”, finaliza.

Aniversário
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!