Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Sexo faz bem para a saúde? Conheça sete benefícios da prática sexual

Durante o sexo, orgasmo libera o hormônio da endorfina - responsável por causar a sensação de bem-estar - que ajuda a diminuir a irritabilidade e reduz a sensibilidade a dor

Amanda Martins

Todos concordam que fazer sexo é bom, mas muito mais do que ser uma prática prazerosa, a relação sexual pode gerar vários beneficios tanto para a saúde física, quanto a emocional. Na hora “H”, ao ter um orgasmo, por exemplo, o cérebro libera o hormônio da endorfina - responsável por causar a sensação de bem-estar -, ajudando a diminuir a irritabilidade e podendo até reduzir a sensibilidade à dor. Incrível, né?  Pensando nisso, o portal O Liberal.com trouxe sete benefícios do sexo para a saúde. Saiba quais são:

VEJA MAIS

Conheça os seis vibradores mais caros do mundo
Os preços variam de R$ 12 mil a R$ 9,3 milhões

Dia do Sexo: Veja cinco mitos dos filmes pornô que atrapalham sua vida sexual
Os filmes de conteúdo adulto são feitos para a fantasia do homem hétero e, assim como um filme de terror, é uma produção irreal.

Dia do sexo: Confira 5 dicas para inovar na Hora 'H'
Estimular os sentidos do corpo, como os toques, pode trazer muito mais estímulos ao parceiro, diz sexóloga

Cnheça sete motivos para ter uma vida sexual ativa: 

1 - Emagrecimento 

Meia hora de sexo pode queimar até 84 calorias. A afirmativa foi confirmada pela Associação Americana de Educadores e Terapeutas Sexuais. Para os pesquisadores, uma noite intensa de paixão pode corresponder a uma sensação de treino de corrida.

2 - Diminui o estresse

O orgasmo ajuda a diminuir  o hormônio cortisol - relacionado ao estresse - no corpo. Após o ato sexual, a pessoa tende a se sentir mais leve e relaxada

3 - Uma boa noite de sono

Devido aos neurotransmissores liberados durante a hora “H”, o corpo acaba se sentindo mais relaxado por um longo período, proporcionando uma noite de sono tranquila e satisfatória

Dia do Sexo: Veja sete mitos e verdades sobre o sexo LGBTQIA+ e desmistifique a prática
Entenda a importância de falar sobre hipocrisia, preconceitos e segurança sexual

4- Adeus às crises de enxaqueca 

Ao fazer sexo, o organismo, sozinho,  é liberada a endorfina,  que ajuda a reduzir a sensibilidade à dor, relaxa a musculatura do corpo, reduzindo a tensão e as dores na cabeça ou crises de enxaquecas

5 - Alivia a TPM e as cólicas 

Para algumas mulheres,  os hormônios liberados durante o orgasmo podem ajudar a aliviar os sintomas da tensão pré-menstrual (TPM). Já os movimentos realizados durante o ato sexual, além de estimular e relaxar os órgãos reprodutores, reduzem a intensidade das cólicas.

6 - Reduz o risco de infarto 

De acordo com uma pesquisa da Universidade de Bristol, na Grã-Bretanha, realizada com 3 mil homens entre 45 e 59 anos, após 20 anos de prática sexual regularos riscos de infarto por morte súbita são menores do que em homens que não têm vida sexual ativa.

7 - Aumenta a auto estima

Segundo um estudo realizado pela Universidade Queens, no Reino Unido, fazer sexo matinal e atingir o orgasmo aumenta os níveis de estrogênio e  testosterona - hormônios ligados à beleza da pele e cabelos-, ou seja, você consegue se sentir mais bonita (o). A adrenalina, causada pelo desejo sexual, aumenta a circulação sanguínea, que deixa a pele saudável.

(Estagiária Amanda Martins sob supervisão da editora web de O Liberal.com,  Ana Carolina Matos)

Saúde
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!