Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

‘Você tem que ver o tanto de viúva do Bolsonaro que me procura’, diz pré-candidato Pablo Marçal

O empresário, escritor e influenciador digital conversou com exclusividade com o Grupo Liberal

O Liberal

Em entrevista exclusiva à redação integrada de O Liberal, o pré-candidato à Presidência da República pelo Pros, o empresário, escritor e influenciador digital Pablo Marçal, falou sobre a relação que pretende manter com os demais poderes.

VEJA MAIS

Pablo Marçal diz que Lula e Bolsonaro vão ‘desacelerar’ na corrida eleitoral: ‘estou engatinhando’
Pré-candidato pelo Pros, Marçal apontou o que considera suas principais qualidades para chegar à Presidência

“Eu me comprometo, enquanto presidente da República, a falar e desgastar minha própria vida conversando com os 513 deputados, com os 81 senadores eleitos, e não vou ficar esperando 1º de janeiro. Já vou construir isso com eles. Tem os líderes de partidos que colocam limitações de projetos pra cada um dos deputados. Vou falar pra eles que não vai ter birra, não vou afrontar o parlamento, não vou afrontar o STF (Supremo Tribunal Federal) e vou com muita humildade falar: “eu preciso de vocês para o Brasil”", declarou durante a entrevista realizada pela repórter de política Natália Mello e pelo jornalista da Rádio Liberal, Abner Luis.

Marçal espera também  uma "trégua" da imprensa, caso eleito. “Vou chamar vocês da mídia e vou falar assim “tem como dar um ano de trégua, sem encher o saco da nação? Tem como vocês pararem de ficar olhando para o passado e dar boas notícias de esperança para o país?”, completou.

Para o pré-candidato, é preciso um “pacto nacional pra fazer essa nação crescer”. “E não vou ficar falando promessa. Você tem que ver o tanto de viúva do Bolsonaro que me procura”, disse.

Palavras-chave

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA