Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

VÍDEO: ‘Cachorro na rua tem que matar’, diz vereador durante sessão

Declaração do parlamentar de Minas Gerais causa revolta e pode render denúncia do Ministério Público

Redação Integrada com informações do Estado de Minas

O vereador Eli Corrêa (DEM) deu uma declaração que causou perplexidade nos colegas e pelo Brasil afora. Ele defendeu que animais de rua sejam mortos por supostamente transmitirem doenças para a população. A fala se deu durante sessão da Câmara Municipal de João Pinheiro, Região Noroeste de Minas Gerais, na última segunda-feira (19/4).

"Cachorro na rua tem é que matar, cachorro em rua do jeito que vemos por toda banda, com problema e doença, amontoado, trazendo doença para população. (...) Cachorro de rua para mim é perder tempo. Eu, se passar por cima de um cachorro, nem olho para trás, penso que não tem dono", disse.

O deputado federal Fred Costa (Patriotas) compartilhou o trecho vídeo em seu Instagram e criticou duramente as declarações do vereador.

As afirmações não foram dadas fora de contexto. Um colega vereador havia apresentado um projeto de lei para conscientizar as crianças da cidade e criar o mês de prevenção à crueldade animal.

Corrêa aproveitou o tema para defender o sacrifício dos cachorros como “alternativa” para resolver problemas de zoonoses. "Quando tinha uma carrocinha de catar cachorro, doente morrendo, só ficava aquele que tinha certeza que era saudável, o resto morria tudo."

Deputados mineiros encaminharam um ofício à Câmara Municipal de João Pinheiro pedindo a abertura de um processo interno e que o caso seja enviado à Comissão de Ética para que o mandato do vereador seja cassado.

Fred Costa e o deputado estadual delegado Bruno Lima (PSL/SP) fizeram uma representação ao Ministério Público de Minas Gerais para que investigue o caso. O vereador Eli foi também denunciado à Polícia Civil, pedindo a prisão do parlamentar com base na Lei Sansão, que endureceu penas a quem maltrata animais.

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA