Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Veja o que os candidatos à Presidência do Brasil falam sobre a guerra Rússia x Ucrânia

Bolsonaro, Lula, João Doria, Ciro Gomes, Simone Tebet e Sergio Moro usaram as redes sociais para se manifestar

Hamilton Braga

Os pré-candidatos à Presidência usaram as redes sociais para se manifestar sobre a invasão russa ao território ucraniano nesta quinta-feira (24). O presidente Jair Bolsonaro não se posicionou sobre a invasão, mas falou sobre medidas do governo para proteger cidadãos brasileiros na Ucrânia.

Bolsonaro (PL) disse que está “totalmente empenhado no esforço de proteger e auxiliar os brasileiros que estão na Ucrânia”.

VEJA MAIS

Brasileiros que estão na Ucrânia vão ser retirados pelo Itamaraty
Estima-se que 500 brasileiros serão resgatados da Ucrânia. No entanto, a data ainda não foi definida, mas o transporte será via terrestre

Rússia x Ucrânia: vídeos e fotos mostram desespero de ucranianos para fugir da guerra
O ataque russo à Ucrânia iniciou na madrugada desta quinta-feira (24). O início da guerra trouxe pavor aos ucranianos

O ex-presidente Lula (PT) condenou a invasão, dizendo que a “guerra só leva a destruição, desespero e fome”, e que as divergências devem ser resolvidas “em uma mesa de negociação, não em campos de batalha”.

O pré-candidato Ciro Gomes (PDT) postou que e´ “condenável a invasão da Ucrânia pela Rússia”.

Usina de Chernobyl é invadida por tropas russas, confirma autoridade ucraniana
Os militares russos conseguiram invadir a antiga usina nuclear de Chernobyl, na tarde desta quinta-feira (24). A atitude é vista por autoridades como declaração de “guerra contra a Europa"

Chorando, pai ucraniano se despede da filha para se alistar no exército; vídeo
Presidente Volodymyr Zelensky convocou a população para defender o país alvo de ataque.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que “guerra nunca é resposta a nada. Ninguém ganha quando a violência substitui o diálogo”.

O ex-ministro e pré-candidato Sergio Moro (Podemos) mostrou repúdio à guerra, que ele chamou de “violação da soberania da Ucrânia” e que “a paz sempre deve prevalecer”.

Biden anuncia sanções, mas diz que não vai enviar soldados para lutar contra russos
Presidente norte-americano afirma que ‘Putin escolheu essa guerra e agora ele e seu país suportarão as consequências’

Drama de paraense na Ucrânia: ‘Acordei às 5h com o barulho da explosão’
Brasileiros tentam escapar do país e vão para abrigo antibomba

A senadora Simone Tebet (MDB) disse que “os impactos do conflito na Ucrânia já são sentidos em todos os países”.

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA