Ministro Sergio Moro recebe títulos de Cidadão de Belém e Cidadão do Pará

Honrarias foram propostas pelo vereador Joaquim Campos e pelo deputado Delegado Caveira

Redação Integrada

Os deputados estaduais e vereadores da capital paraense entregaram, na manhã desta segunda-feira (07), no Palácio dos Despachos, o título honorífico de Cidadão do Pará e de Cidadão de Belém ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. Ele está no Estado acompanhando o andamento do programa “Em frente, Brasil”, desenvolvido em Ananindeua.

Na Assembleia Legislativa do Pará, o projeto de decreto legislativo que concedeu título honorífico de Cidadão do Pará ao ex-juiz e ministro da Justiça foi apresentado pelo deputado delegado Caveira (PP) e aprovado no dia 4 de setembro deste ano, por vinte votos a favor e dois contra, em votação secreta.

Leia também

'Prisão é disciplina', diz Sérgio Moro em visita a Belém

O presidente da Alepa, deputado Daniel Santos (MDB), assim como o próprio delegado Caveira, entregaram o documento ao ministro, ao lado de outros políticos. “Esse é um momento muito especial e que significa muito não só para mim, mas para todo o Brasil, a entrega do título de cidadão paraense para o nosso ministro, nosso herói Sérgio Moro. Mesmo com um pouco de dificuldade para aprovar esse título na Assembleia, porque a oposição sarcástica ainda existe no meio político e algumas pessoas não entendem que o trabalho do ministro Sérgio Moro, do nosso herói da República Federativa do Brasil, é um trabalho que veio para fazer toda a diferença, diminuindo o índice de criminalidade, como todos percebem, com estatística”, declarou deputado Caveira.

Já o título de Cidadão de Belém ao ministro Moro foi proposto pelo vereador Joaquim Campos (MDB) e aprovado pela Câmara Municipal no dia 14 de dezembro de 2017. “Eu acredito que este homem vai se tornar um divisor de águas da nação. Daqui a 200 ou 300 anos, ele ainda vai ser lembrado, talvez pelos meus tataranetos. Eu disse pra ele não desistir nunca do trabalho que vem fazendo”, declarou Joaquim.

Ananindeua

O Em Frente, Brasil é um projeto-piloto de enfrentamento à criminalidade violenta em um formato inédito e que contará com ações conjuntas entre União, estados e municípios. O projeto-piloto será implementado em cinco cidades, uma em cada região: no Norte, em Ananindeua (PA); no Nordeste, em Paulista (PE); no Sudeste, em Cariacica (ES); no Sul, em São José dos Pinhais (PR); e, no Centro-Oeste, em Goiânia (GO).

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!