Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Senado aprova texto-base que limita ICMS sobre combustíveis, conta de luz, comunicações e transporte

Itens passaram a ser considerados essenciais, impedindo que imposto ultrapasse 18%

O Liberal

Por 65 votos a 12, o Senado aprovou nesta segunda-feira (13) o texto-base do projeto que limita em 18% as alíquotas do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) incidentes sobre combustíveis, gás natural, energia elétrica, comunicações e transporte coletivo. O imposto é arrecadado pelos Estados. As informações são da Agência Estado e G1 nacional.

Senado inicia votação de projetos para reduzir preços dos combustíveis; acompanhe
Estados querem compensação integral das perdas de arrecadação

A proposta foi aprovada em maio na Câmara dos Deputados. O texto foi aprovado com modificações propostas pelo relator Fernando Bezerra (MDB-PE), ex-líder do governo no Senado, e por senadores. Após a conclusão da análise dos destaques (possíveis alterações no conteúdo do projeto), a proposta voltará para a Câmara dos Deputados.

O senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) rejeitou uma emenda para incluir os componentes da cesta básica no projeto do teto do ICMS sobre combustíveis, energia elétrica, telecomunicações e transporte coletivo. O relator do projeto também descartou usar dividendos da Petrobras para compensar Estados pela perda de arrecadação com o tributo estadual.

Após a conclusão da análise dos destaques (possíveis alterações no conteúdo do projeto), a proposta voltará para a Câmara dos Deputados.

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA