Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Prefeitura de Belém lança programa 'Tá Selado' e esclarece sobre vacinação

O prefeito Edmilson Rodrigues esclareceu que estará em Brasília, nesta sexta (7), para tratar sobre a aquisição de vacina pelos municípios

Keila Ferreira

Em entrevista à imprensa, no final do lançamento do programa "Tá Selado", o prefeito Edmilson Rodrigues confirmou que estará em Brasília, nesta sexta (7), para tratar sobre a aquisição de vacina pelos municípios. Além de buscar informações sobre o processo envolvendo a vacina russa Sputnik V, o gestor da capital paraense irá à embaixada de Cuba, para discutir sobre o imunizante desenvolvido por cientistas do País.

O presidente do PSOL, Juliano Medeiros, anunciou ao Fórum Onze e Meia, que a prefeitura de Belém iniciou as negociações para adquirir a vacina Soberana, imunizante contra covid-19 desenvolvido por cientistas de Cuba. Questionando sobre o assunto, Edmilson confirmou o início de conversas sobre essa questão.

Ele irá a Brasília com outros cinco prefeitos, que fazem parte do consórcio de municípios Conectar, do qual Edmilson é vice-presidente. Segundo o prefeito de Belém, o grupo deve se reunir com o Ministério da Saúde, na tentativa de desentravar a relação com a Rússia, que tem compromisso de vender 30 milhões de vacinas pro Conectar.  “Nós queremos realmente que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) nos explique, que o Ministério nos ajude. Se não tiver realmente condição, não tem que aprovar, porque é coisa séria a aprovação do uso de uma vacina. No entanto, mais de 60 países, inclusive países desenvolvidos, estão usando a Sputnik. Então, tem alguma coisa que não está bem claro pra nós”.

Em seguida, Edmilson também confirmou que irá à embaixada de Cuba. “Porque recebi uma sinalização de que agora em junho Cuba já vai lançar sua Soberana (nome da vacina que está sendo desenvolvida). Estão na fase final de testes em humanos e estão dispostos a negociar a venda para a América Latina, pra países pobres e mesmo países ricos como o Brasil, mas com o povo pobre, uma cidade pobre como Belém, eles estão dispostos a negociar. Eu vou conversar com o embaixador, ainda na sexta-feira”, disse o prefeito. “Amanhã (quinta) estarei viajando para tratar de vacina e outras coisas. Se possível, tiver tempo, ir em alguns ministérios, para ver os programas, liberação de recursos para Belém que esteja travado, conversar com os parlamentares, meus colegas deputados, senadores, o que for possível, para trazer recursos pra Belém, melhorias para a nossa cidade”, completou.

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA