Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Pará receberá sete profissionais do programa Médicos pelo Brasil

Primeira chamada terá 529 profissionais para 24 estados

O Liberal

O governo federal anunciou a chegada dos primeiros profissionais contratados para o programa Médicos pelo Brasil, programa lançado há mais de dois anos que substituiu o Mais Médicos. O anúncio ocorreu nesta segunda-feira (18) durante cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília, com a presença do presidente Jair Bolsonaro, de ministros e parlamentares. O Pará receberá sete profissionais. As informações são da Agência Brasil.

Serão 529 profissionais chamados na primeira etapa, entre médicos e tutores, que serão distribuídos para 24 Estados (veja quadro). Ao todo, até o final de abril, serão convocados cerca de 1,7 mil profissionais. As demais convocações ocorrerão durante todo o período de vigência do edital, sendo a maioria ao longo de 2022. Os resultados do concurso foram homologados no último dia 5 de abril.

O Pará vai receber 7 profissionais nessa primeira etapa, Acre, 1, Amazonas, 4. Minas Gerais receberá 48. E a Bahia, 68.

"Do total de municípios que receberão esses profissionais, cerca de 6% serão contemplados por provimento médico federal pela primeira vez. Não eram contemplados pelo Mais Médicos", informou o secretário de atenção básica à saúde, Raphael Câmara. "Os profissionais do programa são todos médicos, com diploma expedido por instituições de ensino brasileiras, com curso devidamente reconhecido pelo Ministério da Educação, e médicos formados em instituições estrangeiras com diploma revalidado no Brasil, com o Revalida", acrescentou.

Palavras-chave

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA