No comando da CGU, Vinícius Carvalho vai reavaliar sigilos da gestão Bolsonaro

Segundo ele, a Lei de Acesso à Informação (LAI) voltará a ser respeitada pelo governo federal

O Liberal

Após assumir, nesta terça-feira (3), o comando da Controladoria-Geral da União (CGU), o advogado Vinícius Marques de Carvalho promete que a Lei de Acesso à Informação (LAI) voltará a ser respeitada pelo governo federal. Marques montou um grupo técnico para reavaliar os sigilos impostos durante do governo Bolsonaro, como pediu o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). As informações são da Agência Estado.

Segundo ele, é preciso resgatar a confiança da população de que "a regra é a transparência e o sigilo é a exceção". A gestão Bolsonaro reduziu a transparência e impediu o acesso a dados públicos, impondo segredo em documentos solicitados por cidadãos por meio da LAI sem justificativa legal. Carvalho ainda afirmou que houve "uso indiscriminado e indevido" do sigilo para supostamente proteger dados pessoais ou sob o falso pretexto de proteção da segurança nacional e da segurança do presidente República.

A CGU atua nas apurações de irregularidades e em acordos de leniência com empresas investigadas, incluindo as envolvidas na Operação Lava Jato. Marques disse que o combate à corrupção precisa ser "ressignificado" para não servir à perseguição.

Política
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA