Militares chamam Bolsonaro de ‘traidor’ durante formatura com a presença do presidente

Cerca de 30 manifestantes protestavam com faixas contra a lei 13.954/19, que mudou a Previdência dos militares

Redação Integrada com informações de UOL

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) participou nesta quinta-feira, 10, de uma formatura de sargentos da Marinha, na zona norte do Rio de Janeiro, entre acenos e elogios à “terra maravilhosa”. No entanto, um protesto de militares reservistas direcionou palavras como “traidor” ao presidente. Os cerca de 30 manifestantes estavam em frente ao Centro de Instrução Almirante Alexandrino com faixas contra a lei 13.954/19, que mudou a Previdência dos militares.

O grupo reclama que a reforma atingiu apenas a base e que isto teria feito seus rendimentos diminuírem. Em contrapartida, os generais teriam visto seus vencimentos aumentarem. A lei com a mudança passou a vigorar no início deste ano.

“Estão nos fazendo de trouxa”, diz Cibele Lima, que participou da manifestação. Os manifestantes afirmam que foram 18 vezes a Brasília para tentar um acordo, mas não conseguiram.

Cibele acusou Bolsonaro de traição: “Esse homem ficou às custas das tropas por 27 anos. Quando ele queria vir fazer política dentro dos quartéis, eles proibiam. Quem segurava eram os graduados. E agora ele vira as costas. Essa lei sangra. Foi uma punhalada que a gente levou pelas costas”.

O grupo diz, também, que a insatisfação entre os militares da reserva e pensionistas está crescendo. Eles citam uma grande manifestação na Praça dos Três Poderes, em Brasília, que está sendo organizada para os dias 20, 21 e 22 de outubro.

Além de Bolsonaro, também participaram da cerimônia de formatura o governador em exercício do Rio, Cláudio Castro (PSC-RJ), e o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos-RJ).

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!