Intervenção Federal: entenda o que significa a medida decretada por Lula

Presidente decretou intervenção federal no DF após atos de terrorismo de bolsonaristas extremistas

Emilly Melo
fonte

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) decretou no domingo (8) intervenção federal no Distrito Federal, após os ataques de manifestantes extremistas aos Três Poderes, em Brasília. A ordem vale até 31 de janeiro. Com informações da CNN.

VEJA MAIS

image Congresso se prepara para votar intervenção federal nesta terça-feira
Medida foi tomada neste domingo (8) pelo presidente Lula, após apoiadores radicais de Bolsonaro invadirem e vandalizarem prédios oficiais em Brasília

image Senadora Soraya Thronicke consegue assinaturas para que CPI investigue atos radicais em Brasília
Eram necessárias 27 assinaturas para investigar os responsáveis pelas invasões na capital federal

A determinação tem o objetivo de “pôr termo ao grave comprometimento da ordem pública”. Lula nomeou como interventor o atual secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Capelli

image 'Nunca se fez com o patrimônio público o que foi feito ontem', diz Janja sobre invasões em Brasília
Em mensagem de repúdio à destruição nas sedes dos Três Poderes, a primeira-dama pede que Lula "não baixe a cabeça"

image Veja em quais crimes invasores dos Três Poderes podem ser enquadrados
De acordo com a Polícia Federal, pelo menos 1.200 pessoas já foram detidas após as invasões deste domingo (08)

O que é a intervenção federal?

A intervenção federal é uma medida de caráter excepcional e temporário que limita a autonomia dos estados, Distrito Federal e Municípios. A intervenção só é permitida em casos estabelecidos pela Constituição Federal, como:

  • Quando houver coação contra o Poder Judiciário, para garantir seu livre exercício;
  • Quando for desobedecida ordem ou decisão judiciária, ou;
  • Quando houver representação do Procurador-Geral da República (PGR); 

Lula estava em Araraquara, no interior de São Paulo, quando falou a jornalistas após manifestantes bolsonaristas avançarem pela Esplanada dos Ministérios e invadirem prédios dos Três Poderes.

(*Emilly Melo, estagiária, sob supervisão de Elisa Vaz, repórter do Núcleo de Política)

Política
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA