Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Eduardo Bolsonaro insinua que deputada paraense estava sob efeito de drogas

Carla Zambelli também insinuou o mesmo sobre Vivi Reis e disse que ela usava maconha

Com informações da Tribuna do Norte e revista Fórum

A audiência realizada nesta segunda-feira (3), pela Comissão de Meio Ambiente da Câmara, que contou com a presença do ministro Ricardo Salles, foi palco de interrupções à deputada federal paraense Vivi Reis (Psol). 

No início da audiência, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) insinuou que a deputada estava “entorpecida” para defender o ministro das críticas por sua gestão na pasta.

“A deputada do Psol parece que está indo além da ideia de legalização das drogas, parece até que está acontecendo algum entorpecimento desses deputados. Se tem um ministro que é competente, é o ministro Ricardo Salles”, disse Eduardo.

Vivi reagiu, mas foi impedida de falar pela presidenta da comissão, Carla Zambelli (PSL-SP). “Eduardo Bolsonaro insinuou que eu faço uso de drogas ilícitas, muito desrespeitoso o deputado Eduardo Bolsonaro. Sei muito bem a realidade da Amazônia”, disse a paraense antes de ser interrompida.

Antes ainda da fala de Bolsonaro, a parlamentar do Psol já havia sido interrompida por deputados bolsonaristas quando mencionou que o ministro foi denunciado pela Polícia Federal por regularizar madeira ilegal.

O deputado federal Ivan Valente (Psol-SP) saiu em defesa de Vivi, mais tarde, na audiência. Ele defendeu que Reis havia sido "agredida" por Bolsonaro. No entanto, o parlamentar foi interrompido por Evair de Melo (PV-ES), que apelou a Carla Zambelli.

Reis protestou em seu perfil no Twitter e foi respondida por Zambelli. “Estou curiosa. Você não usa maconha? Porque o Psol defende a liberação e parece que você se ofendeu por algo q

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA