Deputados devem apreciar PL que aumenta a alíquota do ICMS para 19% no Pará

Outras propostas de caráter financeiro estão na pauta da Alepa

O Liberal
fonte

Nesta terça-feira (29), entre os Projetos de Lei (PL) em pauta, na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa), deve ser apreciada a proposição do poder Executivo, que aumenta o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). O texto enviado aos deputados eleva a alíquota do ICMS, de 18% para 19%.

O citado PL do Executivo estadual deu entrada na sexta-feira (25), em regime de urgência, e, em apreciação, nesta segunda-feira (28), obteve pareceres favoráveis na Comissão de Constituição e Justiça e na Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária.

VEJA MAIS

image Belém e Ananindeua devem perder repasses do ICMS em 2023
Enquanto as cidades com populações maiores ficam com taxa menor, municípios que gram mais riqueza, como os mineradores, veem percentual crescer

image Operadoras de telefonia planejam cumprir redução do ICMS até novembro; veja o que muda
Empresas darão ressarcimento retroativos aos clientes que ainda não receberam descontos na fatura

image Telecomunicações: redução de ICMS deve ser repassada imediatamente a consumidores, diz Anatel
Agência estabeleceu multa de até R$ 50 milhões em caso de descumprimento

Outros projetos enviados pelo poder Executivo tramitam em regime de urgência. Um deles é o que altera e acrescenta dispositivos da Lei Estadual n° 5.739. de 9 fevereiro de 1993, que cria o Fundo de Investimento de Segurança Pública (FISP). Este ‘Fundo’ tem a finalidade de prover recursos para reequipar, manter e adquirir material indispensável à prestação dos serviços polícias Civil e Militar e do Corpo de Bombeiros.

Também deverão ser apreciados pelos deputados estaduais, nesta terça-feira, a proposição do poder Executivo, que modifica a Lei Estadual nº 9.496, de 11 janeiro de 2022, e que estima a receita e fixa despesa para o exercício financeiro de 2022.

Orçamento 2023

Sobre o orçamento para o ano de 2023, o Pará tem uma previsão orçamentária de 39,6 bilhões para o próximo ano. O Executivo envivou a Lei Orçamentária Anual (LOA), em outubro passado, ela compreende o orçamento fiscal, o da seguridade social e o de investimento das empresas estatais, abrangendo todos os poderes do estado, órgãos e entidades da Administração Direta e Indireta. Os deputados têm até o dia 20 de dezembro para votar a LOA de 2023,

Ainda, nesta terça-feira, os deputados terão na pauta o PL que altera a Lei Estadual n° 6.572, de 8 de agosto de 2003. Este projeto fixa em até 2% da arrecadação anual do ICMS o montante máximo de recursos disponíveis, a ser limitado em cada exercício pela Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa) para captação aos projetos credenciados pela Fundação Cultural do Estado do Pará (FCP).

Política
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA