Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Camarão não mastigado causou obstrução em Bolsonaro, diz médico sobre problema no intestino

Problema se desfez com o uso de medicamentos e Jair Bolsonaro não precisou de cirurgia. O presidente deixou o hospital nesta quarta-feira

O Liberal

O médico responsável por acompanhar o quadro médico do presidente Jair Bolsonaro,  Antônio Luiz Macedo, disse que a obstrução intestinal foi provocada por conta de um camarão não mastigado corretamente. A informação foi divulgada durante uma coletiva de imprensa antes de o presidente deixar o hospital, nesta quarta-feira (5). As informações são do G1 Nacional.

O profissional que acompanha o presidente desde 2018, afirmou que a obstrução se desfez com o uso de medicamentos e que a partir de agora ele seguirá uma dieta específica. 

VEJA MAIS

Bolsonaro recebe alta após internação por obstrução intestinal Presidente agradeceu à equipe de profissionais de saúde em publicação em rede social

Após receber alta, Bolsonaro diz que é 'maldoso' dizer que ele estava de férias Passagem do presidente pelo litoral catarinense foi marcada por passeios e polêmicas. Bolsonaro teve um quadro de obstrução intestinal, após sentir dores no abdômen

"O presidente está com a saúde muito boa, se recuperando rapidamente. Quando cheguei [no hospital], o intestino estava começando a funcionar e no dia seguinte já estava funcionando. O presidente vai fazer uma dieta especial por uma semana e caminhadas."

A necessidade de cirurgia foi descartada após a chegada do cirurgião, na manhã da última terça. O profissional estava nas Bahamas quando soube do estado de Bolsonaro e aguardava um avião para voltar ao Brasil. Macedo foi o médico responsável pela operação após a facada que Bolsonaro levou.

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA