Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Aprovado projeto que prevê até 5 anos de prisão para quem tatuar animais

A medida também vale para quem colocar piercing nesses animais

Carolina Mota

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou, nesta quarta-feira (6), um projeto de lei que proíbe que animais sejam tatuados ou passem por aplicação de piercing.

O projeto prevê de 2 a 5 anos de prisão tanto para os donos dos animais quanto para quem realiza os procedimentos, podendo ser aumentada em até um terço se ocorrer a morte do animal. Também determina o pagamento de multa e perda de guarda. As informações são do G1 e do O Globo.

VEJA MAIS

Código de proteção pode impedir práticas de maus-tratos aos animais no Pará; entenda
No Estado, a tração animal em áreas urbanas e a soltura de fogos de artifício com estampido ainda são problemas recorrentes


Quem atropelar animal e não socorrer sofrerá a pena da lei
Governador Helder Barbalho deve sancionar a lei nesta semana


Animais não poderão mais ser sacrificados por zoonoses
Nova Lei foi publicada hoje no Diário Oficial da União

Autor, o deputado Fred Costa (Patriota-MG) afirmou que, além do sofrimento causado, “os animais tatuados são expostos a diversas outras complicações, como reações alérgicas à tinta e ao material utilizado no procedimento, infecções, cicatrizes, queimaduras e irritações crônicas”.

O relator da proposta, senador Alexandre Silveira (PSD-MG), afirmou na CCJ que a medida é para “inibir essa prática, certamente dolorosa, que se constitui em espécie de maus-tratos a animais”.

O projeto foi aprovado pela Câmara dos Deputados, passou pela Comissão de Meio Ambiente (CMA) e agora será analisado pelo plenário.

A proposta altera a Lei de Crimes Ambientais visando proibir procedimentos com objtivos estéticos.

Carolina Mota, estagiária sob supervisão de Keila Ferreira, coordenadora do núcleo de Política.

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA