logo jornal amazonia

VÍDEO: Pai é preso após ser flagrado abusando da filha na UTI

Os funcionários da unidade hospitalar registraram o momento que o homem abusa da jovem no leito da UTI

Luciana Carvalho
fonte

Um homem foi preso acusado de abusar sexualmente da própria filha, de 17 anos, enquanto ela era mantida na UTI de um hospital após sofrer uma parada cardiorrespiratória. A denúncia foi feita por funcionários do hospital, que gravaram a ação. O homem foi preso no último dia 14 de maio e teve seu computador apreendido pela Polícia Civil.

O suspeito negou o abuso à polícia, alegando que estava apenas fazendo carinho na filha como demonstração de afeto. No entanto, um laudo do Instituto Médico Legal (IML) apontou que a vítima apresentava lesões compatíveis com atos libidinosos. Com a coleta de provas e depoimentos, a polícia solicitou a prisão temporária do suspeito, que foi acatada pela Justiça. O caso aconteceu em São Bernardo do Campo, São Paulo.

Durante a investigação, sete funcionários do hospital foram ouvidos como testemunhas. Eles relataram que os sinais vitais e o comportamento da vítima mudavam na presença do pai. Um dos funcionários contou que o homem fechava a cortina do leito por “diversas vezes”.

VEJA MAIS

image Pai é suspeito de estuprar as filhas de 22 e 11 anos; a mais velha engravidou do criminoso
Segundo a Polícia Civil, a vítima de 22 anos relatou que era estuprada desde os 13 anos de idade

image Homem esperava a esposa sair para estuprar a própria filha menor de idade
A menina foi estuprada pelo próprio pai dos dez aos 15 anos. Somente oito anos depois o homem foi preso pelas autoridades policiais

image Pai estupra por duas vezes a filha de apenas 10 anos
Foi encontrado sêmen masculino e a confirmação da penetração no exame da menina

Uma funcionária, que preferiu não ser identificada, relatou ao programa Profissão Repórter que a paciente ficava agitada na presença do pai. "Observamos que, durante o tempo em que ela ficava com o pai, ela realmente se agitava mais, tinha taquicardia e a equipe ficou em alerta, porque não queríamos acreditar no que estávamos vendo. Era uma situação de abuso", afirmou.

Outra funcionária, também sob anonimato, disse que presenciou o homem acariciando os seios da jovem e abrindo sua fralda em duas ocasiões na noite de sexta-feira. "Ele abria a fralda dela e nós brigamos com ele, dizendo que não era para fazer aquilo. Ele mexia muito na perna, beijava de canto de boca, se esfregava na beira da cama e, ao sair, ajeitava a roupa e ia ao banheiro", contou.

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Brasil
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA