Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

VÍDEO: Homem é preso suspeito de violentar sexualmente jovem que morreu no 7º mês de gravidez

Na residência onde Darlan estava hospedado, foram encontradas uma calcinha e sandália pertencentes à vítima, e um rastro de sangue no chão

O Liberal

O 92º Pelotão Destacado da Polícia Militar em Itupiranga, sudeste paraense, prendeu na tarde da última quarta-feira, 06, Darlan da Silva Nunes, suspeito de ter cometido a violência sexual que causou a morte de Franciele Araújo Lima, de 21 anos, jovem  grávida de sete meses que morreu na madrugada desta terça-feira (5), no Hospital Municipal de Marabá (HMM), depois de ser estuprada e agredida.

Segundo o tenente Aldir Gomes dos Santos, que comanda o pelotão da PM em Itupiranga, município onde ocorreu o caso, desde quando a violência ocorreu, a polícia tomou conhecimento e seguia com buscas atrás dos envolvidos. Através do Disque Denuncia, o pelotão foi informado que seis homens tinham envolvimento no caso de estupro e morte de Franciele, ocorrido no último domingo, 03. Um homem, identificado como Darlan da Silva Nunes ou "Belém" estava entre os suspeitos, e a PM ficou sabendo que ele estava hospedado em uma residência na rua Paulo Freire, centro de Itupiranga.

Por volta das 13h de quarta, após tomar conhecimento da acusação contra Darlan, um homem levou o suspeito até a sede do pelotão, com o fim dele prestar esclarecimentos sobre o fato. Foi apurado que esse homem era patrão de Darlan, e ambos trabalhavam juntos descarregando caminhões na região. Segundo a PM, ao chegar próximo do destacamento, Darlan ficou nervoso e fugiu, correndo em direção ao parque de exposição e adentrando algumas casas no bairro Vitória, pulando os muros. A PM então pediu reforços e conseguiu capturá-lo dentro da Escola Municipal Irmã Tereza, escondido embaixo de uma lona.

Os policiais foram então até a residência onde Darlan estava hospedado, e lá, foram encontradas uma calcinha e sandália pertencentes à vítima, e um rastro de sangue no chão. Os vizinhos dessa residência foram indagados e disseram que, na noite do crime, tinham tinham visto Franciele junto com Darlan, bem como durante a noite eles tinham escutado gritos e pedidos de socorro vindo da residência. Depois de capturado, Darlan foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil para procedimentos legais cabíveis. "Até o momento, eu não posso dizer o que pode ter servido de motivação ao crime. Ele nega tudo, mas com base nos fortes indícios, o delegado decidiu pela prisão dele", conta o tenente Aldir.

O caso

Provavelmente, segundo o prontuário médico que chegou ao Instituto Médico Legal (IML), a vítima teve um pedaço de madeira ou outro objeto do tipo introduzido no ânus e também em sua vagina, e teve os órgãos internos perfurados, além de um maxilar quebrado. Por conta da violência, o feto também foi morto.


 

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA