logo jornal amazonia

Veículo é apreendido em ação contra estelionato e apropriação indébita, em Belém

A Operação Akínita foi deflagrada pela Polícia Civil nesta quinta-feira (14), no bairro da Batista Campos

O Liberal

Três mandados de busca e apreensão foram cumpridos na manhã desta quinta-feira (14) em investigação para combater o crime de apropriação indébita e estelionato, no bairro Batista Campos, em Belém. A ação, que faz parte da Operação Akínita, foi realizada em dois endereços comerciais e em uma residência, na Rua dos Mundurucus e na Avenida Serzedelo Corrêa. Um veículo foi apreendido pelos policiais.

VEJA MAIS

image Golpe da cortina: estelionatário é preso em Belém; vítima teve prejuízo de mais de R$ 5 mil
O acusado captava as vítimas pelas redes sociais e cobrava pagamento adiantado de 50% do serviço

image Subtenente reformado e ex-cabo da PM são presos em flagrante por estelionato em São Brás
Além deles, um outro homem, que é sobrinho do ex-militar detido, também foi capturado pela Polícia Civil

A operação Akínita foi deflagrada pela Divisão de Investigações e Operações Especiais (DIOE), em cooperação com a Delegacia Especializada em Investigação de Estelionato e Outras Fraudes (DEOF). Segundo o que foi apurado nas investigações sobre o caso, um casal de sócios de uma imobiliária, realizava contratos de locação de imóveis e residências, no entanto, não repassava as quantias de caução e aluguéis aos proprietários, que eram vítimas de prejuízo financeiro. Os suspeitos já haviam sido indiciados em inquérito policial anteriormente.

No interior de um dos imóveis, os policiais encontraram documentos das vítimas e um veículo. Como o carro teria sido adquirido devido aos ilícitos financeiros, ele foi apreendido pelos agentes. O Poder Judiciário solicitou o bloqueio de valores nas contas bancárias dos investigados. Os valores retidos e o automóvel poderão servir como meio de reparação de dano às vítimas.

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA