Três homens são presos suspeitos de realizarem queimadas em Marabá

Com os acusados foram encontradas armas, munições, motosserras e combustível

Redação Integrada

Três homens foram presos, na última quarta-feira (04), suspeitos de realizarem queimadas em área de mata na zona rural de Marabá. As prisões ocorreram a partir da operação "Gelada", que atende também a requisições do Ministério Público Ambiental e denúncias da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma).

De acordo com a Polícia Civil, as fiscalizações foram registradas por meio de fotos e imagens de drone. O titular da Delegacia de Conflitos Agrários (Deca) de Marabá, Waney França Alexandre, disse que quando a equipe chegou ao primeiro ponto "foram constatadas as práticas de crimes ambientais" e encontradas armas de calibres 20 e 28, além de oito munições.

Nesse local, José Arimatéia do Nascimento Silva foi preso em flagrante pela posse irregular de arma de fogo, por destruir e danificar floresta considerada área de preservação permanente e por possuir motosserra sem autorização.

Após a realização da primeira prisão, as equipes da Polícia Civil se deslocaram até a segunda área denunciada, na qual foi constatada enorme devastação, além de grandes focos de incêndio. Nesse local, foi realizada a segunda prisão em flagrante, dessa vez contra Amarildo Gomes da Silva pela prática dos crimes de provocar incêndio em mata ou floresta e por utilizar motosserra sem autorização. Com ele, foi encontrado ainda um recipiente com combustível, que seria utilizado nas queimadas.

(Ascom Polícia Civil)

Testemunhas confirmaram que Amarildo teria ateado fogo na área, provocando incêndio no local. Durante a prisão, o acusado afirmou que estava derrubando as árvores a mando de José Ednaldo da Silva, que também foi detido em flagrante. Os suspeitos foram conduzidos à sede da Deca e estão à disposição da justiça.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM POLÍCIA