Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Suspeito de assaltos é executado a tiros dentro de bar no sudeste paraense

O autor do crime fugiu logo em seguida e ainda não foi localizado. Vítima teria várias passagens pelo sistema prisional por furtos e assaltos

O Liberal

​Eduardo dos Santos Silva foi executado a tiros por volta das 22h40 desta quarta-feira (6), dentro de um bar localizado na rua 31 de Março, bairro Liberdade, Núcleo Cidade Nova, em Marabá, no sudeste do Pará. O autor do crime fugiu logo em seguida e ainda não foi localizado. As informações são do site Debate Carajás.

VEJA MAIS

Jovens são torturados e mortos em Tucuruí; crime pode ter sido executado por facções criminosas
Felipe Adriano Rodrigues dos Santos e Rebis Silva Caldas haviam saído para beber e não retornaram mais

Agrônomo é executado a tiros em Marabá; criminoso fugiu sem deixar pistas
Magnum Taveira Belizário preparava sua candidatura para deputado federal e pretendia concorrer às eleições deste ano

Logo após o homicídio, uma guarnição do 34º Batalhão de Polícia Militar de Marabá foi deslocada para o endereço para atender à ocorrência. Chegando lá, constatou a veracidade das denúncias e preservou a cena do crime.

Uma equipe da Polícia Civil também foi acionada e realizou os primeiros levantamentos do assassinato no bar. Profissionais da Polícia Científica do Pará (PCP) removeram o corpo para o Instituto Médico Legal (IML) por volta das 23h30.

Segundo informações de populares, Eduardo teria várias passagens pelo sistema prisional por furtos e assaltos no Núcleo Cidade Nova, principalmente na região em que foi assassinado. Essa informação, porém, não foi confirmada pela polícia.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA