Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Suspeito de homicídios é preso em Santarém durante operação da Polícia Civil

Operação da Polícia Civil já investigava a atuação de José Gomes, conhecido como 'Zé Filho'. Com ele, armas e munições foram apreendidas

O Liberal

Um homem suspeito de praticar crimes em Santarém, oeste do Pará, foi preso na manhã de sexta-feira (09). José Gomes, conhecido como ‘Zé Filho’, já estava sendo investigado pelos casos na região desde 2020. 

Um homicídio em agosto deste ano está entre os principais crimes. Três armas, munições e dois rádios transmissores foram encontrados com o suspeito. O material apreendido foi apresentado na 16ª Seccional Urbana de Polícia Civil, junto com José. 

LEIA MAIS

Polícia Militar de Santarém terá mais uma lancha para combater crimes nos rios
Embarcação passou a operar nessa sexta-feira (9), um dia após naufrágio ocorrido na baía do Marajó

Aeronáutica investiga pouso forçado dentro de condomínio em Benfica
Caso teria ocorrido dentro da Marina Jaguari, no município de Benevides

Anapu: ex-secretário de Administração é morto a tiros
Osvaldilon Luiz dos Santos foi assassinado quando saía de um supermercado, acompanhado de outro homem

A justiça deferiu o pedido de prisão temporária após a realização de diligências realizadas no decorrer das investigações. O delegado titular da Delegacia de Homicídio, Renan Viana, comentou que o depoimento do suspeito será fundamental para concluir o procedimento o mais rápido possível, autuando-o em flagrante pelo crime de posse ilegal de armas de fogo de uso restrito.

O Superintendente Regional da Polícia Civil, Jamil Farias Casseb, também falou sobre a prisão. De acordo com ele, o nome de Zé Filho sempre “aparecia” em investigações de crimes praticados na região do Chapadão, área considerada sensível pela entidade.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA