Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Suspeito de extorquir R$ 500 de idosa após furto é preso

Acusado exigiu o dinheiro para devolver bolsa furtada da vítima

O Liberal

A Polícia Civil do Pará prendeu em flagrante, na sexta-feira (29), um homem por suspeita de extorsão tentada. A vítima, uma idosa, teve sua bolsa furtada dentro de um barco. Segundo as investigações da Delegacia de Abaetetuba, o acusado entrou em contato com a vítima e, de posse de diversos documentos pessoais, cartões de crédito e débito, exigia pagamento de RS 500 para devolvê-los. 

Conforme o artigo 158 do Código Penal, o crime de extorsão caracteriza-se pela conduta de constranger alguém a fazer, tolerar ou deixar de fazer algo, sob violência ou grave ameaça, com objetivo de obter vantagem indevida. Trata-se de crime contra o patrimônio, com pena que pode variar de 6 a 12 anos de reclusão e multa, se o crime for cometido mediante restrição da liberdade da vítima para a obtenção da vantagem econômica. Nesse tipo de crime, geralmente é exigido algum ato ou colaboração da vítima.

A Polícia Civil informou ainda que, com o trabalho de campo, foi possível monitorar o suspeito enquanto ele mantinha contato com a vítima para exigir dinheiro. No horário e local marcado, os agentes identificaram o suspeito, prendendo-o em flagrante. Com ele estavam todos os objetos furtados da vítima. Após receber voz de prisão, o homem, que já tem passagem pelos crimes de roubo e lesão corporal e cujo nome não foi divulgado, ainda travou luta corporal com os policiais. E, por essa razão, também foi autuado por desacato. Após os procedimentos cabíveis na unidade policial, o acusado continuará preso, à disposição da Justiça.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA