Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Suposto envolvido em atentado contra policial morre na UPA de Icoaraci; cabo da PM foi ferido

Ataque a tiros foi no bairro do Curió-Utinga

Na madrugada deste sábado, 19, um homem identificado como João Claudio Moreira morreu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Icoaraci, distrito de Belém, após ser deixado no local por pessoas não identificadas. O homem chegou ao hospital gravemente ferido e, há fortes indícios de que ele seja um dos envolvidos em um ataque a um policial militar minutos antes em um outro bairro de Belém. O cabo da PM foi ferido, mas sobreviveu ao atentado.

De acordo com informações colhidas no hospital de Icoaraci, pouco antes da meia-noite de sexta-feira, 18, um carro preto em alta velocidade chegou ao local, parando na porta da UPA. Do veículo, três homens desceram, carregando João Cláudio, de 20 anos, e jogaram o jovem no chão, desacordado. Em seguida, eles voltaram para o carro e fugiram, em alta velocidade novamente. Ainda segundo os profissionais da UPA, João Cláudio foi atendido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu cerca de duas horas depois de ser deixado no local.

Há indícios de que esse caso tenha ligação com um atentado contra a vida de um policial militar registrado mais ou menos no mesmo horário no bairro do Curió-Utinga. Pouco antes da meia-noite, um cabo da PM foi atacado quando chegava em casa, de carro. De acordo com um relato do PM que circula nas redes sociais, ele percebeu a movimentação estranha de quatro homens que estavam em um carro escuro na rua onde fica sua residência se preparou para um possível o ataque, revidando os tiros.

Ferido no braço e de raspão no abdômen, o cabo da PM foi socorrido e levado a um hospital particular no bairro do Marco, onde foi atendido e não corre risco de morte, Em nota, a Polícia Militar informou que o policial  já recebeu alta médica e que o Centro Integrado de Atenção Psicossocial (Ciap) presta apoio ao servidor. A morte de João Cláudio foi registrada na Seccional de Icoaraci.

 

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA