Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Quatro pessoas, entre elas um bebê de colo, são atropeladas por carro de luxo, em Tucuruí

O motorista do veículo foi preso em flagrante pelo crime de lesão corporal culposa, de acordo com a Polícia Civil

O Liberal

​Quatro pessoas, entre elas um bebê de colo, foram atropeladas por um carro de luxo na manhã desta quinta-feira (25), na avenida Veridiano Cardoso, em Tucuruí, sudeste do Pará. O atropelamento foi registrado por câmeras de segurança instaladas nas proximidades do local do atropelamento.

O motorista do veículo foi preso em flagrante pelo crime de lesão corporal culposa. Ele está à disposição da Justiça, informou a Polícia Civil. O veículo foi apreendido e encaminhado para a Polícia Científica do Pará (PCP) realizar as perícias necessárias.

VEJA MAIS

Motorista de carreta perde freios e mata ao menos 16 pessoas; vídeo
Acidente aconteceu na Turquia e deixou ainda 29 pessoas feridas

Jovem é atropelada em avenida no município de Castanhal
O acidente foi registrado por uma câmera de um comércio

Multidão levanta carro para salvar motociclista esmagado em acidente; vídeo
As pessoas que presenciaram o ocorrido perceberem a gravidade da situação e se prontificaram para ajudar

As imagens mostram quando as vítimas atravessam a via. O carro surge, supostamente em alta velocidade, o que teria feito o motorista perder o controle da direção. O veículo atinge violentamente três das quatro pessoas que estavam atravessando. Uma mulher com um bebê de colo são arrastados e vão parar debaixo do automóvel.

Conforme as imagens, após a batida, o motorista e o passageiro do veículo desceram para prestar socorro às vítimas. Eles puxam a mulher pelas pernas, mas somente depois de um dos homens dar ré no veículo é que foi possível socorrê-los.

De acordo com informações de familiares das vítimas, que se manifestaram nas redes sociais, por sorte, ninguém ficou ferido com gravidade. Os pedestres, inclusive o bebê, tiveram leves escoriações pelo corpo. De acordo com a Polícia Civil, todos foram levados para uma unidade de saúde.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA