Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Professora sob efeito de medicação sai correndo de carro e desaparece, em Belém; Saiba como ajudar

Carolina Mácola, de 38 anos, estava com a mãe no bairro do Umarizal quando sumiu. Familiares pedem informações pelos contatos (91) 99269-3656 e (91) 99146-0006

O Liberal

A professora Carolina Mácola, de 38 anos, desapareceu na manhã desta terça-feira (19), no bairro do Umarizal, em Belém. A família está desesperada e pede ajuda para encontrar a mulher, que estava sob efeito de fortes medicações no momento em que sumiu. A Polícia Civil e a Polícia Militar já foram acionadas e realizam diligências para localizar a moça.

A mãe de Carolina, Denise, contou que havia saído de carro com a filha no início da manhã. Por volta das 10h30, a mãe saiu do veículo para resolver algo na rua, momento em que a professora saiu correndo do automóvel, na rua Cônego Jerônimo Pimentel. Ela estava sob efeito de medicação tarja preta.

Ao perceber o movimento da filha, Denise voltou para o carro e ainda saiu tentando procurá-la, sem sucesso. "Eu estou desesperada, ela pode ter desmaiado em algum lugar, pode estar inconsciente", disse a mãe, emocionada. Um boletim de ocorrência foi registrado e policiais estão à procura de Carolina pela região. Até às 17h30, ela ainda não havia sido encontrada.

Esta era a roupa que Carolina usava quando desapareceu: um vestido marrom com detalhes pretos, semelhante à estampa de onça (Arquivo pessoal)

Pelas redes sociais, parentes e amigos divulgaram o desaparecimento, pedindo ajuda para encontrar Carolina, que estava usando um vestido marrom com detalhes pretos, semelhante a uma estampa de onça, quando desapareceu. Qualquer informação pode ser repassada aos familiares pelos contatos (91) 99269-3656 e (91) 99146-0006 ou à polícia, via Centro Integrado de Operações - Ciop (190).

Palavras-chave

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA