Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Preso em Belém, homem acusado de aplicar golpes de adoção de crianças ucranianas

Polícia informou que ele pedia R$ 10 mil para intermediar o processo

O Liberal

A Polícia Civil, em Goiás, acusa Auly Rosa de Paula, de 64 anos, de aplicar golpes com uso de imagem de crianças tiradas da internet e a promessa falsa de facilitar a adoção de meninas e meninos ucranianos, órfãos da guerra. Ele foi preso em Belém na última quarta-feira (15). 

Conforme divulgou a polícia, Auly de Paula utilizava imagens de bebês retiradas da internet e cobrava o valor de R$ 10 mil, com a mensagem de que intermediaria o suposto processo. Uma mulher, vítima do acusado, denunciou o caso.

Segundo o delegado Paulo Ludovico, o suspeito sabendo que a vítima tinha vontade de ter um filho, se aproximou dela, pelas redes sociais, e disse que estava na Polônia ajudando jornalistas na cobertura da guerra com a Rússia, e poderia ajudar com um suposto processo de adoção.

A polícia divulgou que Auly chegou a receber os R$ 10 mil e parou de mandar mensagens e desapareceu. Foi aí que a mulher, que pagou para ele, procurou a polícia. Investigado, o suspeito foi localizado em Belém, preso no dia 15, deste mês. Ele, segundo a polícia, tem 20 passagens pela polícia por crimes como homicídio, roubo e ameaça. Agora, vai responder também por estelionato. 

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA