Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Presidente da Federação Paraense de Futsal é esfaqueado na sede do órgão

Davi Leal foi agredido na manhã de sábado (14). Ele foi atendido no PSM da 14 de Março e passa bem.

Camila Guimarães

O presidente da Federação Paraense de Futsal (Fefuspa), Davi Leal, de 38 anos, foi agredido na manhã deste sábado (14), por volta das 7h da manhã, na sede da Federação, localizada na Estrada da Ceasa, bairro Curió Utinga, em Belém. Davi foi esfaqueado e levado para o Pronto Socorro Municipal (PSM) da 14 de Março.

Segundo o diretor técnico da Fefuspa, Luís Tanoeiro, que acompanha a vítima no PSM da 14, Davi estava sozinho na sede da federação quando um homem, ainda não identificado, entrou no local e subiu até a sala do presidente, conforme relata:  “Eu não estava lá, estava só o nosso presidente. Quem viu a filmagem das câmeras de segurança me disse que ele [o agressor] entrou [na sede da Fefuspa], pegou uma faca na nossa cozinha, subiu na sala do presidente e os dois vieram brigando pela escada, pelo corredor. O presidente tentando se defender. Depois, o homem fugiu”.

Luís conta que uma vizinha presenciou o fim da briga e o momento da fuga do agressor e teria solicitado os primeiros socorros. “Eu fui acudir o Davi e trouxe ele aqui pro PSM. Mas, graças a Deus, ele passa bem e está estável”, completa Luís.

O diretor técnico da Fefuspa conta que Davi sofreu ferimentos superficiais e passa bem, devendo receber alta ainda hoje. Ele comenta que, até agora, a principal suspeita é que tenha sido uma tentativa de assalto, à qual Davi reagiu.

O comandante do 27º Batalhão da Polícia Militar informou que, no registro policial, a situação foi descrita uma discussão entre os dois homens, na qual “um deles puxou uma faca e teria esfaqueado o presidente da Federação de Futsal. Essa é a informação que nós temos do atendimento da ocorrência no local”.

A Polícia Civil foi acionada para prestar mais informações sobre o suspeito e a motivação da agressão, mas até agora não houve retorno. A equipe de O Liberal segue acompanhando o caso.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA