Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Mototaxista que tentou matar mulher envenenada vai preso em Abaetetuba

Marinaldo do Socorro dos Santos Silva foi conduzido à Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Abaetetuba e está à disposição da Justiça

O Liberal

O mototaxista Marinaldo do Socorro dos Santos Silva foi preso, nesta segunda-feira (18), em Abaetetuba, município da região nordeste do Pará. Conforme apurado pela Polícia Civil, o homem, que não teve idade informada, teria tentado matar a ex-companheira utilizando veneno. A data do crime também não foi divulgada.

Ele vinha sendo procurado pela prática dos crimes de feminicídio tentado, descumprimento de medida protetiva e lesão corporal. Mesmo após a sequência de crimes, Marinaldo continuava vivendo normalmente pelas ruas da cidade. Uma imagem divulgada pela PC mostra o momento da prisão. O suspeito aparece vestido de mototaxista, o que indica que ele pode ter sido preso no momento em que estava trabalhando.

VEJA MAIS 

Mulher morre envenenada com dietilenoglicol; marido confessa crime
Homem comprou a substância pela internet por R$ 35

Madrasta riu ao servir comida envenenada ao enteado e alegou que 'fez isso por amor'
Cíntia Mariano é acusada de matar a enteada e tentar tirar a vida do filho que o marido tinha de outro casamento

Madrasta mata criança envenenada para receber seguro de R$ 800 mil
Segundo a polícia, crime foi premeditado e praticado em doses diárias, por dois meses

Segundo a PC, o mandado de prisão preventiva foi expedido pelo Poder Judiciário de Abaetetuba. De posse do documento, as equipes policiais deram início às diligências e conseguiram, com êxito, capturar Marinaldo. Ele foi conduzido à Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Abaetetuba. Agora, Marinaldo encontra-se à disposição da Justiça.

 

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA