Integrante de agremiação carnavalesca é morta a tiros na Cremação

Dayse Cristina foi assassinada à sangue frio por quatro homens encapuzados

Redação Integrada

Uma mulher foi morta a tiros na noite desta sexta-feira (23) no bairro da Cremação, em Belém. Era por volta de 8 horas quando vizinhos escutaram o estampido de tiros vindo da casa onde moravam familiares de Deyse Cristina Silva, 35 anos, na passagem São José, entre as ruas Fernando Guilhon e São Miguel.

Ainda não se sabe ainda a motivação para o crime, que atraiu dezenas de populares para o local, já que Deyse era bastante conhecida na área por integrar o Grêmio Recreativo Escola de Samba Xodó da Nega. Vizinhos relataram que a vítima era bem quista na comunidade e que não teria desavenças com ninguém. 

Testemunhas contaram que quatro homens chegaram em duas motos e pararam em frente à casa de parentes de Dayse, que fica a poucos metros de onde ela morava. Na ocasião, a vítima estava sentada com uma criança especial no colo. Os criminosos pediram para que ela entregasse a criança a um familiar e se afastasse dos demais presentes. Em seguida, atiraram à queima-roupa. A Delegacia de Homicídios vai investigar o crime.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!