Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Inquérito aponta condutor de picape como causador da morte de Wandalla Kaline

A Polícia Civil encerrou o inquérito sobre o atropelamento de Wandalla Kaline Carvalho de Matos e Adhila Millena Silva Maia

Tay Marquioro

A Polícia Civil encerrou o inquérito sobre o atropelamento de Wandalla Kaline Carvalho de Matos, de 26 anos, e da amiga dela, Adhila Millena Silva Maia, 24, e apontou a responsabilidade de Antônio Jair Ferreira de Sousa. A conclusão é sustentada pelo fato de que Antônio fugiu logo após o acidente, sem prestar socorro às vítimas.

VEJA MAIS

Polícia divulga identidade do suspeito de atropelar e matar uma motociclista em Marabá
A identidade foi revelada com a divulgação de um cartaz de procurado do Disque Denúncia

De acordo com informações da polícia, as duas mulheres seguiam em uma motocicleta pela Avenida VP-3, em Marabá. Antônio conduzia uma picape modelo Oroch que colidiu na traseira da moto cicleta de Kaline e a atropelou em seguida. Ela chegou a ser levada para o Hospital Municipal de Marabá, mas não resistiu aos ferimentos. Adhilla também teve graves lesões, mas sobreviveu.

O caso foi registrado no dia 27 de junho deste ano. A Polícia divulgou a foto de Antônio no dia 14 de julho. "A identidade do suspeito é conhecida desde a época do acidente. Ele se encontra na condição de foragido e agora está com prisão preventiva decretada", explicou à época o delegado Vinícius Cardoso, superintendente regional de Polícia Civil.

Em posse da Polícia também está a picape envolvida no acidente. De acordo com um motorista de caminhão guincho, seu serviço foi solicitado pelo proprietário da picape para retirá-la de uma ribanceira, próximo à entrada de Itupiranga, a 50 quilômetros de Marabá. Antônio dizia ter sofrido um acidente, mas o operador do guincho, sabendo da morte de Kaline pela repercussão na imprensa, desconfiou da versão e levou o carro para a delegacia. 

A reportagem tenta contato com a defesa do suspeito. Qualquer informação que leve as autoridades à captura de Antônio Jair Ferreira de Souza devem ser repassadas por meio do Disque Denúncia do Sudeste do Pará (94) 3312-3350 ou pelo Whatsapp (94) 98198-3350. Não é necessário se identificar.

Palavras-chave

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA