Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Homem morre ao trocar tiros com policiais da Rotam, em Belém

Ainda segundo os militares, o suspeito atirou na guarnição, que reagiu

O Liberal

Uma intervenção policial com resultado morte ocorreu no bairro Maracangalha, em Belém. Segundo os policiais militares do Batalhão de Rondas Ostensivas Táticas Motorizadas (Rotam), o homem atirou nos policiais, que revidaram. A ação ocorreu por volta das 18 horas de domingo (24).

Os militares disseram que, após receber uma denúncia, a guarnição da Rotam 20 foi até o endereço, na rua Providência. Na casa, eles perguntaram por Allan Christopher de Olivera Feio. A dona do imóvel disse que, há dias, ele não aparecia na residência. Mas autorizou os militares a entrarem na casa. 

Ao chegar próximo ao chagão da residência, os militares contaram ter visto o suspeito fugindo. Dizem os policiais: “Foi dada a voz de parada (verbalização)... que, ao avistar a guarnição de Rotam, efetuou um disparo de arma de fogo. Fez-se necessário revidar à injusta agressão, efetuando dois disparos”.

VEJA MAIS

Policiais militares da Rotam prenderam homem acusado de tráfico de drogas
A detenção ocorreu na BR-316 e ele foi conduzido à Delegacia de Benevides

Militares da Rotam resgatam homem que ficou refém de criminosos em Belém
A vítima foi dominada dentro do próprio carro. Dois suspeitos foram baleados e detidos

Os policiais disseram ainda que imediatamente socorreram o homem, levando-o para a UPA da Sacramenta, “onde evoluiu a óbito”. Ainda segundo os PMs, foi apreendida uma pistola calibre ponto 40 (arma de uso privativo da Polícia) e um carregador com quatro munições. O boletim de ocorrência foi registrado na Seccional da Sacramenta. A Rotam não divulgou detalhes sobre a denúncia e nem sobre a acusação que pesava contra Allan.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA