Homem é morto a tiros na Cremação

O crime aconteceu na rua dos Mundurucus, em Belém

Redação Integrada

Dois homens são apontados como autores do homicídio de Tcharles Bentes Moreira, de 31 anos, morto a tiros na tarde desta terça-feira (08) no bairro da Cremação, em Belém. A vítima foi atacada pelos assassinos, ainda não identificamos, em um pequeno restaurante entre as travessas Alcindo Cacela e 14 de Março, sendo baleado três vezes e morrendo ensanguentado na calçada, sem chances de socorro.
 
A Polícia acredita que Tcharles foi vítima de uma "saidinha bancária" , com os bandidos tendo tentado roubar o dinheiro que ele acabara de sacar.

Testemunhas contam que Tcharles estava almoçando quando os dois homens em uma moto chegaram e se sentaram no estabelecimento. Depois de um tempo, os criminosos anunciaram assalto, de forma sutil, pedindo o dinheiro do homem.
 
Colegas de um curso profissionalizante que estavam no local do crime contam que Tcharles tinha acabado de ir ao banco, onde sacou uma grande quantia de dinheiro, e é possível que a dupla tenha o seguido desde a agência. 

Quando percebeu a intenção criminoso, Tcharles reagiu e tentou fugir do restaurante. Ele não conseguiu ir muito longe. Tcharles foi baleado no tórax, na face e, por fim, na têmpora esquerda, quando já estava caído na calçada. Após matarem o rapaz, os bandidos roubaram apenas seu aparelho celular e fugiram do local. Após a chegada do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, os peritos encontraram o possível prêmio que os bandidos buscavam: 2,900 reais em notas de cem escondidas na calça da vítima.
 
Os colegas de curso de Tcharles contam que ele estava estudando para tentar sair do país, onde buscaria uma vida melhor, e sempre almoçava naquele local em seu horário de intervalo. Segundo a Polícia Militar, o rapaz tinha cinco passagens no sistema pena por roubo, com a última sendo em 2016. A Polícia Civil ouviu testemunhas e colheu depoimentos, na tentativa de localizar os assassinos.
Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!