Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Garimpeiro é morto de forma brutal ao se envolver em confusão após bebedeira

Vítima foi morta quando retornava para um alojamento no garimpo Maria Bonita, que opera ilegalmente dentro de uma área indígena

O Liberal

Um garimpeiro foi morto com requintes de brutalidade na madrugada do último sábado (30), no garimpo Maria Bonita, localizado dentro de uma área indígena no município de Cumaru do Norte, ao sul do Pará. A vítima foi assassinada com tiros e pauladas. As informações são do portal Zé Dudu.

De acordo com apurações feitas pela polícia, o homem teria se envolvido em uma briga depois de ingerir bebida alcoólica e, ao retornar para o local onde ficam os alojamentos dos garimpeiros, foi atacado e morto. Identificado apenas pelo prenome de Alexandre, conhecido na área como “Xandão”, ele teria se desentendido com outros homens com quem dividia as acomodações.

Depois de ir à vila para se distrair, "Xandão" retornava para o barraco onde estava alojado quando foi vítima de uma emboscada. Ainda não se sabe quem ou quantas pessoas estão envolvidas no homicídio, e tampouco as motivações reais para o crime, praticado com extrema selvageria. 

Por se tratar de um garimpo clandestino situado em uma área indígena, o número de crimes é crescente, ao passo que as investigações sobre esses acontecimentos são bem difíceis, já que as polícias Civil e Militar não podem entrar para fazer ações de combate à criminalidade na área, onde impera a lei do silêncio.

Por tratar-se de uma área indígena, é preciso aguardar uma autorização para entrar no local quando há crimes. No caso em questão, somente após a chegada da Polícia Federal é que a Polícia Civil poderá dar início às apurações para tentar identificar os criminosos.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA